Desfalcado, Botafogo aposta no fator casa para superar o São Paulo no Brasileirão

Com a ambição de voltar a ocupar um lugar na zona de classificação à Copa Libertadores, o Botafogo recebe o São Paulo neste sábado, às 11 horas, no Engenhão, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Eduardo Barroca não poderá contar com o ex-são-paulino Diego Souza, por questões contratuais, e Alex Santana, com uma torção no pé esquerdo.

Com isso, o treinador deve dar uma chance para Victor Rangel. O atacante, que pode formar o trio ao lado de Marcinho e Luiz Fernando, treinou bem ao longo da semana, tendo marcado até mesmo um gol de bicicleta. Já o zagueiro Joel Carli segue vetado pelo departamento médico, enquanto o lateral Gilson reassumiu a lateral esquerda, após ficar de fora na rodada passada.

"Eu tenho por hábito nos meus treinamentos dificilmente definir uma equipe. Eu misturo todo mundo para dar condições iguais a todos. É muito mais por característica se eu optar por um meia em vez de um centroavante, assim como utilizo muito o Diego flutuando como meia. É muito mais a possibilidade de usar quatro homens no meio-campo ao invés de três e dar uma maior liberdade para os atacantes, com menos responsabilidade defensiva já que teria um homem a mais no meio", despistou o treinador, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

Eduardo Barroca também analisou o confronto diante do time do Morumbi. "O São Paulo é um time muito forte, que está brigando o tempo todo em cima na competição, treinado por um treinador bastante experiente e vitorioso. A gente espera um jogo muito difícil, sabemos que temos que jogar no limite para ser competitivo e ganhar. Mas tenho total confiança no nosso grupo que a gente tem possibilidade de fazer um bom jogo e atingir nosso objetivo nesse início de returno do Brasileiro", concluiu.

Vindo de um empate sem gols diante do Ceará, o Botafogo tem 27 pontos, na décima colocação do Brasileirão. O sexto colocado, o São Paulo, soma 32.