caso daniel
Futebol Daniel foi espancado por 4 homens e implorou pela vida, diz testemunha

Daniel foi espancado por 4 homens e implorou pela vida, diz testemunha

Jogador teria sido flagrado em relações sexuais com mulher casada. Agredido, teria implorado pela vida antes de morrer. Corpo foi desovado em matagal

assassinato de daniel

Daniel, assassinado no último sábado, na época em que jogava no Botafogo

Daniel, assassinado no último sábado, na época em que jogava no Botafogo

Reprodução / Flickr do Botafogo

A Polícia Civil de São José dos Pinhais (PR) já tem uma testemunha-chave que presenciou o assassinato de Daniel Corrêa, meia do São Bento, no último sábado (27) e uma prisão deve ocorrer nas próximas horas. A testemunha, cujo nome está sendo mantido sob sigilo, prestou depoimento nesta quarta-feira (31).

Segundo ela, um grupo de seis pessoas deixou a casa noturna Shed Bar, no bairro do Batel, em Curitiba. O grupo dividiu um Uber até São José dos Pinhais (região metropolitana de Curitiba) até a casa de uma mulher.  

Veja mais: Caso Daniel: depoimentos de amigos serão essenciais, diz delegado

Neste local, onde estavam cerca de 12 pessoas, Daniel teria sido flagrado tendo relações sexuais com uma garota casada. Chegou inclusive a mandar fotos para amigos.

Daniel, porém, foi flagrado pelo marido que, ajudado por mais três homens, atacou o jogador no quarto. O jogador, que trajava apenas uma camisa preta e cueca, teria pedido por sua vida. "Não quero morrer!", teria implorado o jogador, que levou socos e pontapés até desmaiar.

Veja mais: Daniel era um dos mais tímidos do futebol, diz jogador do São Bento

Daniel acabou morrendo esfaqueado pelos quatro homens. Ele teve a cabeça parcialmente decepada e a genitália arrancada. Após a morte, o grupo ficou desesperado e carregou o corpo até o porta-malas de um carro para desová-lo em um matagal. 

O corpo de Daniel foi encontrado na manhã de sábado (27). O jogador tinha contrato com o São Paulo, mas estava emprestado ao São Bento, pelo qual disputava a Série B do Brasileirão. A morte de Daniel foi lamentada por Botafogo, São Paulo e São Bento, clubes em que jogou. Coritiba e Ponte Preta, próximos adversários do São Bento na Série B, farão homenagens a Daniel

Veja mais: Assassinato de Daniel, ex-São Paulo, teria tido traição como motivo

Do Cruzeiro ao São Bento: Relembre a trajetória de meia Daniel