Futebol Daniel Alves tem rescisão publicada e já pode assinar com outro clube

Daniel Alves tem rescisão publicada e já pode assinar com outro clube

Rompimento de vínculo com São Paulo apareceu no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF na tarde desta terça-feira (21)

Daniel Alves está oficialmente fora do São Paulo

Daniel Alves está oficialmente fora do São Paulo

Divulgação/São Paulo

A rescisão do contrato de Daniel Alves com o São Paulo foi publicada no BID (Boletim Informativo Diário) da Confederação Brasileira de Futebol, na tarde desta terça-feira (21), e o jogador está oficialmente livre no mercado para assinar com outro clube.

Se ainda quiser atuar no futebol brasileiro, Daniel Alves precisa se apressar e fechar contrato até a próxima sexta-feira (24), data limite para inscrições de novos atletas para disputar o Campeonato Brasileiro deste ano.

Aparentemente, oportunidades não vão faltar para o lateral direito voltar a atuar pelo Brasileirão. Fluminense e Athletico-PR já teriam enviado propostas para o jogador, e estão aguardado a decisão dele. Além da dupla da elite do futebol nacional, o Coritiba, líder da Série B, também teria enviado uma proposta para ter o Daniel Alves no elenco ainda nesta temporada.

O jogador saiu do São Paulo com uma relação desgastada. Após ser apresentado com o Morumbi lotado, em 2019, Daniel Alves não apresentou o futebol que a torcida esperava e, mesmo fazendo parte do elenco que tirou o time da fila de títulos, ao ganhar o Paulistão deste ano, o atleta não conseguiu se emplacar como ídolo.

A relação com a torcida e com a direção do clube ficou ainda mais desgastada depois de declarações dele após a conquista da medalha de ouro no futebol dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, dizendo que havia chegado no São Paulo para devolver o clube ao mundo. Além disso, ele cobrou publicamente a dívida que o clube tinha com ele desde a gestão anterior.

Depois das Olimpíadas, ele voltou a ser desfalque da equipe paulista para jogar a Eliminatórias da Copa do Mundo pela seleção brasileira. Quando iria se reapresentar no CT do São Paulo, no entanto, novamente o atleta voltou a questionar sobre as dívidas e se negou a treinar. Com isso, a diretoria do clube decidiu renegociar as dívidas e romper o contrato.

Cristiano Ronaldo leva golpe de quase R$ 2 mi no cartão de crédito

Últimas