Correção: Ainda sob comando de interino, Inter tenta quebrar jejum de vitórias

A nota enviada anteriormente continha um erro no título. Segue a versão corrigida:

Uma semana depois da demissão do técnico Odair Hellmann e ainda sob o comando do interino Ricardo Colbachini, o Internacional enfrenta o Avaí nesta quinta-feira, às 19h15, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, na luta para encerrar um incômodo jejum de vitórias no Campeonato Brasileiro.

Sem ganhar uma partida na competição desde o dia 22 de setembro, quando superou a Chapecoense por 1 a 0, em Porto Alegre, pela 20ª rodada, a equipe colorada acumula duas derrotas e três empates em seus últimos cinco compromissos no torneio. A sequência ruim fez o time gaúcho, hoje com 39 pontos, deixar o G6 da tabela (a zona de classificação à Copa Libertadores).

Após a perda do título da Copa do Brasil na final contra o Athletico-PR, o Inter agora se vê tendo de se contentar com a conquista da vaga na competição continental como objetivo mais realista neste momento em que, a antes sonhada busca pelo troféu do Brasileirão, se tornou uma possibilidade pouco provável de ser alcançada neste segundo turno.

Neste duelo com o Avaí, que soma apenas 17 pontos na zona de rebaixamento, o time colorado contará com o retorno do zagueiro Bruno Fuchs, que estava com a seleção brasileira olímpica e nesta quarta-feira exibiu confiança na conquista de um triunfo na capital catarinense. "Pretendemos fazer um grande jogo. A gente está preparado para buscar a vitória na Ressacada", disse o defensor, em entrevista coletiva.

Fuchs deverá ser titular em Santa Catarina porque Víctor Cuesta vai cumprir suspensão, por ter levado o terceiro cartão amarelo na rodada passada. Ele deverá formar dupla de zaga com Roberto. Para completar, a equipe não terá Rafael Sobis, Rodrigo Moledo, Emerson Santos e Rodrigo Dourado, todos lesionados. O volante Rodrigo Lindoso e o meia Nonato, ambos com dores musculares, são considerados dúvidas.

Em compensação, o interino Colbachini, que estreou na função no empate por 0 a 0 com o Santos, no último domingo, no Beira-Rio, deverá ter a volta de Paolo Guerrero. O peruano reforça a equipe após servir a seleção do seu país em dois amistosos, sendo o último deles na noite de terça, contra o Uruguai, em Lima. Por causa do compromisso pela equipe nacional, ele se juntou ao grupo do Inter direto em Florianópolis. Pelo tempo curto entre uma partida e outra, ele também é visto como dúvida na formação titular e pode ficar como opção para entrar em campo no decorrer do confronto.

Outra novidade à disposição para este duelo na capital catarinense é o atacante William Pottker, recuperado de lesão. E após este embate com o Avaí, Colbachini também deverá dirigir o Inter no domingo, contra o Vasco, em Porto Alegre, pela rodada seguinte do Brasileirão, pois a direção do clube ainda luta para acertar a contratação de um novo comandante.

Uma comitiva de dirigentes do Inter retornou nesta quarta-feira de Buenos Aires, onde esteve presente para tentar acertar a aquisição de Eduardo Coudet, técnico do Racing, atual campeão argentino. Ele tem contrato com o clube até junho do próximo ano, mas os cartolas colorados voltaram animados do país vizinho e esperam por uma resposta para a proposta feita ao treinador até o final desta semana.U