Corintiano Marcelinho entrega camisa ao palmeirense Bolsonaro

Ex-jogador do Timão esteve em Brasília para apoiar a MP 984, que dá aos clubes mandantes dos jogos direito de negociar transmissão de suas partidas

Bolsonaro e Marcelinho Carioca gravaram vídeo com camisa do Corinthians

Bolsonaro e Marcelinho Carioca gravaram vídeo com camisa do Corinthians

Reprodução

Ídolo do Corinthians, Marcelinho Carioca entregou nesta quarta-feira (29), em Brasília (DF), uma camisa do Timão ao presidente Jair Bolsonaro. O vídeo chamou a atenção das duas torcidas já que Bolsonaro disse inúmeras vezes que torce para o rival Palmeiras.

Mas o ex-jogador esteve na capital federal para defender a MP 984/2020, que acaba dá exclusivamente aos clubes mandantes dos jogos o direito de negociar a transmissão de suas partidas. 

“É a liberdade do nosso futebol. E viva o nosso presidente porque teve coragem de fazer isso”, disse Marcelinho, em vídeo publicado nas redes sociais do presidente.

“Essa medida provisória será muito boa para o Brasil e os times deixaram de ficar refém do monopólio”, completou Bolsonaro.

Em nota, o Corinthians afirmou que não tem participação na ação e que a iniciativa é exclusiva do ex-jogador Marcelinho Carioca.

Leia a nota do Corinthians:

"O Sport Club Corinthians Paulista torna público que não teve qualquer participação na iniciativa do ex-jogador Marcelinho Carioca, em Brasília. A entrega da camiseta nesta quarta, na Presidência da República, foi uma ação única e exclusiva do ex-atleta.

Cabe ressaltar que a nova camisa do clube, com o logotipo do patrocinador BMG em preto e branco, já havia sido amplamente divulgada em evento na Arena Corinthians em 11/7.

Por fim, o Corinthians se mantém fiel às suas tradições, respeitando todas as correntes políticas e coerente com suas origens de clube de todos os brasileiros."

Corinthians e Palmeiras estão envolvidos com as quartas de final do Campeonato Paulista. O Timão enfrenta nesta quinta-feira o Red Bull Bragantino, no Morumbi; o Verdão enfrenta nesta quarta o Santo André, no Allianz Parque.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Mundo do esporte homenageia Rodrigo Rodrigues, morto aos 45