Seleção brasileira vence Portugal de virada em amistoso nos Estados Unidos

Thiago Silva, Neymar e Jô deram a vitória por 3 a 1 nesta terça-feira (10), em Boston

A seleção brasileira aos poucos vai confirmando sua posição de favorito ao título da Copa 2014.  O time canarinho mostrou o seu valor e venceu Portugal por 3 a 1, em amistoso realizado no Gillette Stadium, nas proximidades de Boston, nos Estados Unidos. Raul Meireles abriu o placar para os lusos, mas Thiago Silva, Neymar e Jô comandaram a virada.

Luiz Felipe Scolari – inúmeras vezes abraçado pelos portugueses devido a sua bonita história com a seleção daquele país – optou por repetir a equipe que goleou a Austrália, no último sábado (7), no Mané Garrincha, em Brasília (DF). Paulinho e Ramires eram os volantes, enquanto Neymar e Bernard tinham a missão de municiar o centroavante Jô. Apesar de ter dado certo, o time por vezes sente falta de um meia-atacante, daqueles de rara habilidade, que encanta os amantes do futebol. Oscar entrou no segundo tempo e o time perdeu em saída de bola. Em compensação, ganhou nova cara no ataque.

Substituto do lesionado Daniel Alves, Maicon não começou bem a partida. O lateral-direito tentou recuar uma bola para Julio César, mas Raul Meireles foi mais esperto e se antecipou para abrir o placar para Portugal aos 17 minutos do primeiro tempo. Raul Meireles já tinha acertado uma bola na trave e dado trabalho para a zaga brasileira.

Notas e atuações: Neymar mostra que é o cara, e substituto de Daniel Alves preocuopa

Leia tudo sobre a rodada das Eliminatórias no blog do Sílvio Lancellotti

A partida então ficou ainda mais pegada. Os zagueiros Pepe e Bruno Alves tentavam a todo custo intimidar os atacantes brasileiros. O primeiro deu um chega pra lá e provocou Neymar cabeça a cabeça. Já Bruno Alves não contente em acertar o maxilar de Neymar, ainda pisou na coxa de Bernard.

Mas a resposta brasileira foi na bola. Neymar cobrou escanteio e o capitão Thiago Silva subiu mais que todo mundo para empatar a partida, aos 23 minutos, em Boston – na comemoração, foi correndo abraçar o ainda abatido Maicon. Dez minutos depois, Neymar puxou contra-ataque rápido, se livrou de quatro marcadores para virar a partida.

A história se repetiu no segundo tempo. Mais bem postado em campo, o Brasil tomava as ações do jogo. Logo aos 4 minutos, o lateral-esquerdo Maxwell cruzou rasteira para Jô, embaixo da trave, só empurrar para as redes.

Mesmo sem o craque Cristiano Ronaldo, poupado do amistoso, Portugal bem que deu trabalho para a seleção brasileira. O time tratou de pressionar e até criou boas chances a partir da metade do segundo tempo. Mas não passou disso. Sem Ramires, que deu lugar a Oscar, o time sofreu com a saída de bola. A melhora veio com a entrada de Hernanes, que deu mais mobilidade ao time.

Alexandre Pato entrou com o placar já feito e pouco fez na partida. A novidade mesmo foi a entrada de Henrique no lugar de Paulinho. Com essa substituição, a equipe voltou ao estilo pentacampeão do munod de três zagueiros. Lucas ainda entrou no fim para tentar suas tradicionais arrancadas.

A seleção brasileira já tem definidos os dois próximos adversários. A equipe enfrenta a Coreia do Sul, em Seul, em 12 de outubro e, três dias depois, tem pela frente a Zâmbia, em Pequim, na China. Ainda sem vaga garantida para o Mundial, Portugal volta a jogar pelas Eliminatórias europeias em 11 de outubro, contra Israel.