Copa do Mundo 2014 Apesar da ameaça de interdição na Copa, engenheiro compara Itaquerão a casa que ainda precisa de pintura

Apesar da ameaça de interdição na Copa, engenheiro compara Itaquerão a casa que ainda precisa de pintura

Especialista acredita que palco da abertura do Mundial não sofrerá atraso

Apesar da ameaça de interdição durante a Copa 2014, engenheiro compara Itaquerão a casa que precisa de pintura

Previsão é que Itaquerão seja entregue em 15 deste mês

Previsão é que Itaquerão seja entregue em 15 deste mês

Gazeta Press

A ameaça de interdição do Ministério Público e as exigências do Corpo de Bombeiros para a Arena Corinthians parecem não causar preocupação para a abertura da Copa 2014. A 69 dias do pontapé inicial no Itaquerão, em São Paulo, a impressão pode até ser de que muito precisa ser feito, mas, para o engenheiro ouvido pelo R7, as últimas obras do estádio são como a construção de uma casa que agora só precisa de uma pintura.

Diretor de Departamento de Engenharia do Habitat e Infraestrutura do Instituto de Engenharia, Roberto Kochen explica que os requisitos a serem tomados variam com o estágio da obra e isso deve ser feito rapidamente. Parte da construção chegou a ser interrompida no fim de semana após a terceira morte no Itaquerão, mas para a instalação de redes de proteção para trabalhadores que prestam serviços em altura — foi a oitava morte nos 12 estádios que serão usados na Copa.

— A construtora certamente está atenta para conseguir todas estas liberações. O Itaquerão tem várias obras em conjunto. O acesso pela radial Leste, por exemplo, era tímido e já está praticamente pronto. Não vejo motivo para não ficar pronto ou pronto com alguma restrição. A fase de fundação, as lajes e todas as instalações já foram feitas. É como ter de pintar uma casa. Com o acabamento, aparecem mais funcionários pela fase da obra.

'Não estamos totalmente prontos', diz Valcke sobre Copa

Ministro do Esporte diz que Argentina terá o melhor CT da Copa 2014


O promotor José Carlos de Freitas disse em nota na última quarta (2) que a Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo fará uma reunião na próxima semana com os dirigentes do Corinthians, da construtora responsável pela obra e com o Corpo de Bombeiros para tornar efetivas as medidas exigidas.

— A Promotoria, em caso de descumprimento ou cumprimento parcial dessas exigências, não descarta a adoção de medidas visando à interdição parcial da arena, mesmo durante a realização da Copa do Mundo 2014. Nessa hipótese, eventuais prejuízos causados aos adquirentes de ingressos, que poderão ser privados do direito de assistir aos respectivos jogos,  deverão ser objeto de ações judiciais em face dos organizadores do evento e dos responsáveis pela construção da arena.

De acordo com o último levantamento da construtora Odebrecht, 98,8% das obras foram concluídas. O gramado está completamente pronto, assim como as fachadas leste e oeste. Os assentos permanentes já ocupam mais de 85% dos espaços a eles destinados. A SPCopa informou em meados do mês passado que as obras do Complexo Viário de Itaquera estavam 89% concluídas.

Após dois anos e nove meses fechado, o Maracanã, no Rio de Janeiro, foi entregue para a Copa das Confederações apto a receber os jogos. No entorno do estádio, no entanto, era possível ver obras incompletas mesmo com a presença do público. A previsão é que o Itaquerão seja inaugurado em 15 deste mês, em um amistoso entre ídolos do passado e o atual time do Corinthians.

Confira a lista de medidas a serem tomadas no Itaquerão, segundo o Comando do Corpo de Bombeiros:

1.        PROCEDIMENTOS
1.1.        Legado (Estádio Itaquera)
1.1.1.        Apresentar o Projeto de Proteção contra Incêndio para reanálise;
1.1.2.        Após a aprovação do Projeto, deve-se apresentar requerimento para análise em CTAA (Comissão Técnica de Autorização para Adequação), devendo propor medidas de proteção compensatórias para atender a outras medidas não executadas;
1.2.        Evento temporário Copa do Mundo
1.2.1.        Após a aprovação da CTAA, deve-se apresentar o Projeto Temporário do Evento Copa do Mundo.
SUGESTÃO: elaborar todos os procedimentos (Projeto Técnico, CTAA e Projeto Temporário) simultaneamente, para protocolar assim que o procedimento anterior for aprovado.
2.        PROJETO TÉCNICO LEGADO (MEDIDAS DE PROTEÇÃO)
2.1.        Apresentar Estudo de Fluxo de Pessoas (memorial de cálculo de lotação, saídas de emergência e tempo de percurso);
3.        ALA LESTE
3.1.        Comprovação de que o local possui área de ventilação efetiva mínima de 1/3;
3.2.        Os materiais de acabamento e revestimento dos pisos, paredes e tetos deverão ser de, no máximo, classe II-A, conforme Instrução Técnica 10/2011;
3.3.        Deverão ser instalados sistema de detecção de incêndio e sistema de chuveiros automáticos em toda a área e compartimentação nas áreas de lojas, lanchonetes e similares, em relação ao corredor de circulação, bem como exaustão destes ambientes, conforme Instrução Técnica 15/2011;
4.        ALA OESTE
4.1.         O pavimento térreo da saída da arquibancada deverá possuir as mesmas exigências requeridas na ala Leste;
4.2.         O piso de descarga da área de camarotes deverá ser compartimentado em relação aos demais pisos inferiores;
4.3.        Deverá ser previsto sistema de controle de fumaça em todos os átrios, corredores de circulação e em todas as áreas ocupadas, inclusive as que possuam área inferior a 300 m²;
4.4.        Os materiais de acabamento e revestimento dos pisos, paredes e tetos deverão ser de, no máximo, classe II-A, conforme Instrução Técnica 10/2011;
4.5.        Deverão ser previstos sistemas de detecção de incêndio, chuveiros automáticos e compartimentação das áreas de lojas, lanchonetes, restaurantes, salões de conferência e similares, em relação aos corredores de circulação.