Futebol Clubes da Série A são favoráveis à paralisação do Brasileirão

Clubes da Série A são favoráveis à paralisação do Brasileirão

Em postagens nas redes sociais, presidentes de Atlético Mineiro e Corinthians se manifestam contra a suspensão do jogo entre Fla e Palmeiras

  • Futebol | Cesar Sacneto, do R7

Presidente do Galo (à esq.) é contrário à suspensão da partida a pedido do Fla

Presidente do Galo (à esq.) é contrário à suspensão da partida a pedido do Fla

Atlético

Os presidentes de Atlético Mineiro, e Corinthians, Sérgio Sette Câmara e Andrés Sanchez, indicaram, por meio de postagens nas redes sociais, ser favoráveis à paralisação do Campeonato Brasileiro caso o pedido de Flamengo de suspensão da partida contra o Palmeiras, neste domingo (27), às 16h, no Allianz Parque, em razão do surto de infeccção pelo novo coronavírus no elenco do clube carioca. 

"O maior problema do futebol é quando um clube só pensa nele e em mais nada. Suspender um jogo é suspender o protocolo que todos toparam. Melhor paralisar o campeonato inteiro então", disse Andrés Sanchez.

Já o mandatário atleticano, Sérgio Sette Câmara, ressaltou que a lei é para todos e criticou o fato de a diretoria do Flamengo envolver a justiça comum para obter o adiamento do confronto. O clube mineiro, que venceu o Grêmio, no sábado (26), em BH, é o líder do Brasileirão.

Leia também: STJ também nega pedido da CBF para suspender jogo

"Os regulamentos são claros, com previsão de penas gravíssimas: os clubes não podem pleitear nem se beneficiar de decisões da “Justiça Comum” que digam respeito à organização das competições. Por isso, é bom lembrar: os clubes estão unidos e atentos. Os tempos são outros. Rivais só dentro de campo. A lei é para todos", escreveu Sette Câmara.

No último sábado (26), o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, afirmou que o clube solicitará a interrupção da competição se confirmado o adiamento do confronto com o Flamengo por determinação do TRT-RJ, em decisão com base no pedido feito pelo Sindeclubes (Sindicato dos Empregados em Clubes, Federações e Confederações Esportivas e Atletas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro).

"Caso seja definido que o protocolo determinado para o Campeonato Brasileiro não será cumprido, é preciso paralisar a competição", afirmou o presidente palmeirense, conforme publicação oficial do clube nas redes sociais.

Ainda cabe recurso em relação ao pedido do Flamengo e a decisão será levada para instâncias superiores do Poder Judiciário brasileiro.

Jovem acorda do coma após receber mensagem de seu ídolo no futebol

Últimas