Novo Coronavírus

Futebol Chapecoense corta 25% do salário enquanto aguarda volta do Estadual

Chapecoense corta 25% do salário enquanto aguarda volta do Estadual

Jogadores também sofreram com 50% de redução nos direitos de imagem. Federação tem até esta sexta-feira para esclarecer retorno do campeonato

Chapecoense aguarda para enfrentar o Avaí nas quartas de final do Catarinense

Chapecoense aguarda para enfrentar o Avaí nas quartas de final do Catarinense

Reprodução/Instagram/@chapecoensereal

Enquanto espera até esta sexta-feira (24) a definição da Federação Catarinense pela volta do futebol no Estado, a Chapecoense acertou um acordo para a redução salarial de jogadores e da comissão técnica. O clube alega que as receitas foram afetadas devido à pandemia do novo coronavírus.

Os jogadores e a comissão técnica tiveram uma redução salarial de 25%. Já o pagamento do direito de imagem aos atletas sofreu redução maior, de 50%. Além dos dirigentes, os jogadores, a reunião também contou com o capitão Alan Ruschel, o goleiro João Ricardo e o zagueiro Kadu.

“A maior dificuldade é executar o planejamento em função da pandemia. Mas, durante esse período, analisamos diversas situações e montamos um planejamento específico para o retorno das atividades”, disse o vice-presidente Cesar dal Piva.

Rebaixada à Série B do Campeonato Brasileiro no final do ano passado, o clube já vinha sofrendo problemas financeiros. No Campeonato Catarinense, o time chegou a ficar por parte da competição na zona de descenso, mas acabou se classificando às quartas de final. O time tem compromisso contra o primeiro colocado Avaí, em jogos de ida e volta.

Em entrevista ao R7, Claudio Gomes, CEO da SCClubes, disse que as entidades precisam da resposta para conseguir organizar a volta ou não das atividades.

“São muitas pessoas envolvidas para mobilizar caso tenhamos a liberação oficial. Se não pudermos voltar, nossa indicação aos clubes será para que ajam economicamente como puderem com seus funcionários e jogadores”, disse Gomes.

A Chapecoense está em férias desde 1º de abril. A pausa se estenderá, pelo menos, até o dia 30. O Catarinense, por sua vez, foi paralisado em 15 de março, após o encerramento da primeira fase.

Curta também a página de Esportes do R7 no Facebook

Acabou o amor? Namorado da mãe de Neymar decide deixar casa dela

Últimas