Campeonato Paulista De Crespo a Dani Alves, veja o que mudou no São Paulo desde o título

De Crespo a Dani Alves, veja o que mudou no São Paulo desde o título

Campeão paulista de 2021, Tricolor agora é comandado por Rogério Ceni e aposta no lateral Rafinha e no volante Patrick, ex-Inter

Técnico Hernán Crespo beija taça do Paulistão 2021 conquistada com o São Paulo

Técnico Hernán Crespo beija taça do Paulistão 2021 conquistada com o São Paulo

Rubens Chiri / saopaulofc.net

A estreia do São Paulo no Paulistão 2022 acontece só no dia 26 de janeiro, contra o Guarani no Brinco de Ouro, em Campinas. Mas de uma coisa o torcedor já pode ter certeza: o time que defenderá o título é bem diferente do que venceu o estadual em 2021.

Ainda que a glória da conquista esteja bastante presente na memória dos são-paulinos, muitas coisas mudaram de um ano para cá. A começar do comando.

Em maio de 2021, poucos dentro do clube contestavam o trabalho do técnico argentino Hernán Crespo, demitido após campanha ruim no Brasileirão. Contratado para salvar o Tricolor do rebaixamento, Rogério Ceni inicia a temporada 2022 à frente do clube.

Outra mudança significativa é que, se no ano passado o time acabou sofrendo com a eliminação para o rival Palmeiras nas quartas de final da Libertadores, neste ano a realidade é a Copa Sul-Americana – o que, para uma equipe que lutou até as últimas rodadas para fugir da Série B do Brasileiro, não é tratado como pior dos problemas internamente.

Além da situação, outras grandes mudanças aconteceram no elenco. No último título paulista, nomes como Emiliano Rigoni e Jonathan Calleri, esperanças do torcedor para 2022, ainda não haviam sido contratados. Ambos chegaram após a conquista estadual e farão sua estreia no torneio em 2022.

O volante Gabriel é outro que chegou após a conquista do Paulistão 2021. Assim, claro, como o lateral Rafinha, ex-Grêmio, e o também volante Patrick, ex-Internacional, que foi confirmado neste sábado (8) como reforço para esta temporada. 

Mas não foram apenas as chegadas que marcaram o ano do São Paulo. Alguns atletas que conquistaram o 22º título paulista do clube já não estão mais no elenco. Caso dos experientes Hernanes, que defendeu o Sport no Brasileirão, e Daniel Alves, que rescindiu em setembro de 2021 o contrato que terminaria apenas no fim de 2022. O motivo do encerramento da passagem do lateral e meio-campista pelo time do Morumbi foi uma dívida milionária, estimada em R$ 18 milhões.

Além deles, Bruno Rodrigues deixou o clube em julho de 2021. Martín Benítez e Bruno Alves, que assinaram com o Grêmio, Rojas (sem clube), Lucas Perri, Willian, Galeano e Orejuela foram outros que saíram. O volante Liziero, que negocia com o Internacional, também não estará para a disputa do Paulistão em 2022.

Com tantas mudanças, que passam pelo comando técnico e por todos os setores do time em campo, a expectativa do torcedor é que o resultado, pelo menos no estadual, seja o mesmo em 2022.

Mercado da bola: confira as negociações do seu clube para 2022

Últimas