Campeonato Carioca Gabigol e Fred dão tempero especial ao Fla-Flu na finalíssima

Gabigol e Fred dão tempero especial ao Fla-Flu na finalíssima

Flamengo e Fluminense têm nos seus respectivos camisas 9 a maior carga de expectativa para o título do Carioca

Lance
Gabigol e Fred são referências de suas equipes no Fla-Flu

Gabigol e Fred são referências de suas equipes no Fla-Flu

Lance

Uma final entre Flamengo e Fluminense já é um prato cheio para os amantes de futebol. E, além dos rivais históricos decidirem a final do Campeonato Carioca, os goleadores e ídolos Gabigol e Fred darão um tempero especial ao confronto a ser realizado a partir das 21h05 deste sábado (22), no Maracanã, palco em que ambos vão às redes com uma frequência arrebatadora.

Na ida, no empate em 1 a 1, apenas o rubro-negro marcou. Do ponto de vista individual, aliás, Gabigol vive o melhor início de temporada na sua carreira. Em 13 partidas disputadas até o momento, o atacante balançou as redes 13 vezes e passou em branco em apenas quatro duelos. Além disso, quebrou recordes importantes e se tornou recentemente o maior goleador do Flamengo no século 21 e na história da Libertadores.

Mais do que os gols e as marcas alcançadas, Gabi segue sendo a maior referência no ataque rubro-negro. Mesmo centralizado na maior parte dos jogos, ele tem liberdade para se movimentar e é essencial para o esquema de Ceni ao criar espaços no último terço do campo. A importância do camisa 9 tem, inclusive, respaldo nos números: ele é o atleta com mais minutos em campo na temporada (1163).

Artilheiro da última edição do Estadual com oito gols, Gabigol tem uma missão difícil se quiser repetir o feito: marcar um hat-trick na decisão contra o Fluminense. O gol no último sábado foi o sexto dele no Carioca 2021, enquanto Alef Manga marcou nove durante a campanha do Volta Redonda.

Comparativo da temporada entre Gabigol e Fred

Comparativo da temporada entre Gabigol e Fred

Reprodução/Sofascore/LANCE!

O FRED QUER TE PEGAR, FLA!

Considerado o segundo maior ídolo da história do Fluminense, Fred renasceu na equipe de Roger Machado e, na flor dos seus 37 anos, vem batendo recordes atrás de recordes. Após na temporada passada ter tido falta de efetividade quando o assunto é gol (foram apenas cinco, em 28 jogos), em 2021, Fred voltou à ativa e coleciona números importantes. Pelo Tricolor, já são nove gols em 11 jogos, sendo que antes da primeira partida da final, a média era de um gol por jogo. Além disso, só nesta temporada, o atacante já se tornou o terceiro jogador brasileiro com mais gols na Libertadores (22), o segundo maior artilheiro da história do Flu (185), além de ter alcançado o gol 400 na carreira - já são 404.

Porém, mais que os dados expressivos, a identificação do jogador com o clube foi talvez o principal fator desta histórica simbiose. Com 326 partidas, dois Brasileiros e um Estadual conquistado no Flu, Fred é inspiração diária para os crias de Xerém que cada vez mais ganham espaço entre os titulares.

Diferente dos rubro-negros, que ainda verão Gabi por um bom tempo, a torcida tricolor precisa desfrutar enquanto há tempo. O contrato de Fred é válido até 21 de julho de 2022, data dos 120 anos do clube das Laranjeiras, quando o centroavante já disse que quer se aposentar.

Gênios! Confira melhores camisas 10 do futebol brasileiro no século 21

Últimas