Copa do Mundo Feminina
Futebol Brasil quer acabar com tabu contra França no Mundial Feminino

Brasil quer acabar com tabu contra França no Mundial Feminino

Seleção brasileira não vence as francesas há sete jogos, a boa notícia é que Formiga vai jogar pelo menos 45 minutos das oitavas da Copa 

Formiga volta nas oitavas de final contra a França

Formiga volta nas oitavas de final contra a França

Divulgação CBF - 20.6.2019

A seleção brasileira vai enfrentar a França nas oitavas de final do Mundial Feminino, no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), em Le Havre. Mais do que um adversário difícil, o Brasil vai ter de acabar com o tabu e vencer as donas da casa.

As duas equipes se encontraram uma vez em Mundiais. Em 2003, nos Estados Unidos, da na fase de grupos, ficaram no 1 a 1 - com gols de Katia Cilene e Marinette. Depois disso foram sete confrontos em amistosos, com cinco vitórias das francesas e dois empates.

"A gente sabe da qualidade da equipe da França. Elas estão jogando em casa, então acabam ganhando uma força muito maior da torcida. Tivemos essa experiência na Olimpíada (do Rio-2016) e sabemos que a torcida empurra muito. Além disso, elas têm uma equipe muito qualificada, mas estamos preparadas para enfrentá-las", analisou a meio-campista Andressinha.

A boa notícia para o Brasil é que o técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, contará com o retorno da volante Formiga, recuperada de dores no tornozelo, e pela primeira vez no torneio poderá contar com a craque Marta durante os 90 minutos - ela está bem melhor fisicamente.

"Acho que a Formiga tem condição de ir, a gente está bem confiante. Sobre a Marta, começamos com 45 minutos, depois com 60, e é provável que na terceira partida ela consiga jogar o tempo todo", explicou Nemi Sabeh, médico da seleção.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.