Futebol Atlético-MG vence Palmeiras e dispara na liderança do Brasileirão

Atlético-MG vence Palmeiras e dispara na liderança do Brasileirão

Venezuelano Savarino faz os gols da vitória por 2 a 0, neste sábado (14), no Mineirão, após expulsão polêmica de volante palmeirense

  • Futebol | Cesar Sacheto, do R7

Venezuelano Savarino fez os 2 gols da vitória do Galo sobre o Palmeiras

Venezuelano Savarino fez os 2 gols da vitória do Galo sobre o Palmeiras

GUSTAVO RABELO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 14.8.2021

O Atlético Mineiro ampliou a vantagem na liderança da Série A do Campeonato Brasileiro com uma vitória por 2 a 0 sobre o Palmeiras, neste sábado (14), no Mineirão, em Belo Horizonte, em um clássico nervoso e marcado por uma expulsão polêmica, ainda no primeiro tempo — que refletiria na abertura do placar.

A jogada que modificou a história do jogo ocorreu aos 36 minutos do primeiro tempo, quando o árbitro Bruno Arleu de Araújo, do Rio de Janeiro, mostrou o cartão vermelho direto para o volante Patrick de Paula, que havia sido advertido com o amarelo por uma entrada faltosa anterior.

Após confirmar a 12ª vitória no Brasileirão — a nona consecutiva —, o time atleticano saltou para os 37 pontos, abrindo cinco do vice-líder Palmeiras (32). 

O duelo dos líderes

Jogando em casa e embalado pela vitória nas quartas de final da Libertadores, o Atlético Mineiro pressionou o time paulista em praticamente todo o primeiro tempo, especialmente em jogadas do atacante Hulk e do meia argentino Nacho Fernández. 

Já o Palmeiras se manteve firme na defesa e desceu pouco ao ataque. Em um desses lances, aos 20 minutos, o lateral-direito Gabriel Menino, campeão olímpico com a seleção brasileira em Tóquio 2020, chutou da entrada da área para a boa defesa do goleiro Everson.

Porém, aos 35 minutos, o volante Patrick de Paula — que já havia recebido um cartão amarelo por uma falta em Nathan Silva — foi expulso de campo , após uma disputa de bola com Jair na intermediária.

Os palmeirenses alegaram que o volante apenas escorregou na jogada e, por isso, atingiu o adversário.

Revoltado com a marcação, o treinador português Abel Ferreira reclamou da arbitragem e também recebeu o cartão vermelho. O auxiliar Vítor Castanheira passou a comandar o time em lugar do compatriota.

Com vantagem numérica em campo, o Galo criou a sua melhor chance de gol na primeira etapa do jogo. Aos 43, o chileno Eduardo Vargas soltou uma bomba da entrada da área, mas o goleiro Weverton desviou com a ponta dos dedos e evitou o gol atleticano.

Porém, no último lance do primeiro tempo, aos 47 minutos, o atacante venezuelano Savarino aproveitou um cruzamento de Guilherme Arana pelo lado esquerdo, que cruzou toda a área alviverde, para abrir o placar no Mineirão: 1 a 0.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, a comissão técnica do Palmeiras decidiu fazer uma mudança radical para reequilibrar o time, buscar o empate ou, eventualmente, a virada. Entraram Zé Rafael , Danilo Barbosa, Luan, Rony nos lugares de Veron, Scarpa, Willian e Veron, respectivamente.

Porém, aos 16 minutos, após uma intensa pressão, o Galo ampliou com mais um gol de Savarino, após falha da defesa e novo cruzamento de Arana.

O goleiro Weverton foi atingido na cabela pela canela do atacante durante a disputa de bola e ficou caído no gramado. Sem condições de retornar, ele foi substituído por Jaílson, aos 23 minutos — a partida permaneceu paralisada para o atendimento do goleiro alviverde por 7 minutos.

Com isso, a estratégia palmeirense caiu por completo. Já o técnico Cuca, com a vitória praticamente assegurada, decidiu mexer no time mineiro para preservar alguns atletas em razão da decisão contra o River, na próxima semana, em Belo Horizonte.

A equipe da casa não foi incomodada pelo ataque palmeirense — que apenas se defendeu durante toda a etapa final — e ainda chegou perto do terceiro gol, aos 45 minutos, em um chute de Nathan que desviou em Gustavo Gómez e quase enganou Jaílson.

Próximos jogos

Na próxima terça-feira (17), o Palmeiras recebe o São Paulo no jogo da volta das quartas de final da Libertadores. Na primeia partida, os rivais empataram em 1 a 1.

Na quarta (18), o Atlético Mineiro recebe o River, no Mineirão. Em Buenos Aires, os brasileiros venceram por 1 a 0. 

ATLÉTICO MINEIRO 2 X 0 PALMEIRAS

Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 14 de agosto de 2021, às 19h
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Gols: Savarino (47'/1ºT e 16'/2ºT)
Cartões Amarelos: Patrick de Paula (PAL), Nacho (ATL); Cartões Vermelhos: Patrick de Paula), Abel Ferreira [treinador] (PAL)
ATLÉTICO MINEIRO: Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair (Borrero, aos 23/2°T), Tchê Tchê e Nacho Fernández (Calebe, aos 38/2ºT); Savarino (Nathan, aos 38/2ºT), Hulk (Sasha, aos 33/2ºT) e Eduardo Vargas (Keno, aos 33/2ºT). Técnico: Cuca.
PALMEIRAS: Weverton (Jaílson, aos 23/2°T); Gabriel Menino, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Piquerez; Danilo, Patrick de Paula e Gustavo Scarpa (Danilo Barbosa, no intervalo); Gabriel Veron (Zé Rafael, no intervalo), Willian (Luan, no intervalo) e Wesley (Rony, no intervalo). Técnico: Abel Ferreira.

Messi em Paris e goleada do United no Inglês; veja a rodada europeia:

Últimas