Campeonato Brasileiro

Futebol Atlético-MG vence o Goiás e volta a abrir vantagem no Brasileirão

Atlético-MG vence o Goiás e volta a abrir vantagem no Brasileirão

Resultado de 3 a 0, no Mineirão, coloca o time com 30 pontos conquistados, três a mais do que o vice-líder Flamengo, que vive grande fase

  • Futebol | Do R7

Keno, de pênalti, abriu o placar para o Atlético-MG contra o Goiás

Keno, de pênalti, abriu o placar para o Atlético-MG contra o Goiás

Cristiane Mattos/Futura Press/Folhapress 10.10.20

Pressão pelas vitórias de Flamengo e São Paulo? Nada disso! Atuando de maneira convincente, o Atlético-MG nem precisou se esforçar tanto para vencer o Goiás por 3 a 0, na noite deste sábado (10), no Mineirão.

Graças a gols de Keno, Nathan e Marrony, os comandados de Jorge Sampaoli se recuperam do tropeço contra o Fortaleza, no meio de semana, e, agora com 30 pontos, voltam a abrir vantagem de três pontos na liderança do Brasileirão. Por outro lado, a equipe esmeraldina, com apenas 9 pontos, segue na lanterna.

Os próximos jogos das equipes são já na próxima semana. Enquanto o Atlético recebe o Fluminense na quarta-feira, o Goiás joga na sexta-feira contra o Bahia.

Galo focado
O Atlético entrou firme no jogo, sabendo que era superior ao Goiás e fez o seu papel na partida, sem sustos, com competência, reconquistando parte da “gordura” de pontos que tinha na competição.

A noite do ataque atleticano foi de bom volume de chances criadas e ainda com a novidade na equipe, pela escalação do jovem Sávio, o Savinho, que não se intimidou, foi pra cima e participou de bons lances.

Surpresa positiva com Savinho no time
A jovem revelação do Galo, que já tem multa rescisória milionária, começou pela primeira vez como titular e já mostra que poderá ter um futuro promissor. Fez boas jogadas, sendo um driblador nato, algo raro no futebol brasileiro.

Keno mais uma vez
O atacante do Galo marcou seu oitavo gol no Brasileirão, de pênalti, após ele construir a jogada que originou a falta. A trinca Keno, Sasha e Savinho funcionou muito bem no primeiro tempo. Faltou mais capricho para o placar ficar mais dilatado.

No fim do primeiro tempo, Galo 2 a 0
Em outra boa jogada de Keno pela esquerda, ele enganou o marcador, levantou a cabeça e viu Nathan sozinho no meio da área para acertar uma cabeçada precisa, no canto direito de Tadeu. Atlético resolveu o jogo de forma rápida e ágil.

Administrou o jogo para confirmar o placar
O Galo não voltou em bom ritmo para a etapa final de jogo, mas a fragilidade do Goiás permitiu que o time mineiro controlasse a partida. O goleiro Everson não fez nenhuma defesa no jogo. O duelo foi resolvido ainda no primeiro tempo. Mesmo Sampaoli fazendo as cinco substituições, o Atlético não teve o mesmo ímpeto da etapa inicial, preferindo se poupar na parte final do jogo. Valeu pelos três pontos conquistados.

Mesmo com menos 'fome', Galo fecha a conta com o terceiro
Em vacilo da defesa do Goiás, Keno roubou a bola, avançou e deu o passe para Marrony, que chutou duas vezes antes de marcar. Atlético confirmou a boa vitória, jogando o suficiente para garantir mais três pontos.

ATLÉTICO-MG 3 X 0 GOIÁS
Data-Horário: 10 de outubro, às 21h
Estádio-Local: Mineirão- Belo Horizonte - (MG)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo(SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro(SP) e Daniel Paulo Ziolli(SP)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá(RJ)
Cartão amarelo: Pintado(GOI)
Gols: Keno(pênalti), aos 41’-1ºT(1-0), Nathan, aos 45’-1ºT(2-0), Marrony, aos 46’-2ºT(3-0)

Atlético-MG: Everson; Guga, Réver, Igor Rabello e Guilherme Arana; Jair(Dylan Borrero, aos 33’-2ºT), Hyoran(Fábio Santos, aos 33’-2ºT) Nathan(Allan, aos 13’-2ºT); Keno, Eduardo Sasha(Marrony, aos 33’-2ºT) e Savinho(Maílton, aos 24’-2ºT). Técnico: Jorge Sampaoli

Goiás: Tadeu; Pintado, David Duarte(Miguel Figueira, aos 39’-2ºT), Fábio Sanches e Jefferson(Caju-intervalo); Gilberto(Heron, aos 27’-1ºT), Breno, Daniel Bessa, Shaylon(Keko, aos 32’-2ºT), Rafael Moura e Vinícius.. Técnico: Enderson Moreira

De volta ao Santos, Robinho é mais um craque acusado de estupro. Veja:

Últimas