Atlético-MG usa vitória sobre o Santos como inspiração para bater a Chapecoense

Com apenas uma vitória nas últimas seis rodadas do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG precisa urgentemente engatar uma sequência de bons resultados para se tornar candidato real a uma vaga na Copa Libertadores. A começar pela partida contra a Chapecoense, nesta quarta-feira, às 19h15, no Independência.

Para vencer a equipe de Chapecó, os atleticanos vão usar como inspiração justamente a única vitória conquistada neste mês: 2 a 0 sobre o Santos, também no Independência, pela 27.ª rodada. Naquela ocasião, o time comandado por Vagner Mancini dominou sem problemas uma das melhores equipes do campeonato.

"Em um time grande como o Atlético, a gente sabe que cada jogo tem de ser encarado como uma decisão. E nós vamos tentar fazer o que fizemos contra o Santos: toda hora buscando o gol. É começar o jogo já fazendo a bola longa, procurando o gol desde o primeiro minuto", disse o meia Nathan.

Mancini, que contra a Chapecoense fará seu quarto jogo como treinador do Atlético, vai contar no Independência com a volta do meio-campista Elias, que não participou da derrota por 2 a 0 para o São Paulo, no domingo, porque estava suspenso. Ele vai entrar na vaga de Vinícius.

Décimo segundo colocado do Brasileirão, o Atlético está dez pontos atrás do Corinthians, sexto na classificação - os seis primeiros se classificarão para a Libertadores. Em caso de vitória sobre a Chapecoense, o time poderá ganhar duas posições, desde que Vasco e Goiás percam na rodada.