Athletico marca no fim e impõe nova derrota ao São Paulo

Marcelo Cirino chutou de muito longe e Tiago Volpi se atrapalhou para evitar o gol, aos 44 minutos do segundo tempo, pela 32ª rodada do Brasileirão

Wellington e Reinaldo disputam bola no meio-campo no São Paulo x Athletico

Wellington e Reinaldo disputam bola no meio-campo no São Paulo x Athletico

Caio Rocha/Estadão Conteúdo - 10.11.2019

O São Paulo voltou a perder no Morumbi no Campeonato Brasileiro. Com gol no finalzinho, Athletico Paranaense venceu por 1 a 0 neste domingo (10), pela 32ª rodada — o time havia perdido a partida anterior, também no Morumbi, para o Fluminense. Marcelo Cirino chutou de muito longe e Tiago Volpi aceitou já aos 44 minutos do segundo tempo.

Na tabela de classificação, o Tricolor permaneceu na quinta colocação, com 52 pontos. Já o Furacão, classificado à Libertadores 2020 via Copa do Brasil, alcançou a sexta posição, com 50 pontos.

Os primeiros minutos foram de intensa velocidade apesar do tempo fechado pelos lados do Morumbi. Igor Gomes deu mobilidade ao ataque e o Tricolor exigiu boas defesas de Santos – ex-Furacão, Pablo teve uma chance cara a cara com o goleiro. Do outro lado, os atuais campeões da Copa do Brasil saíram em contra-ataque rápido com Rony e Marcelo Cirino. Tiago Volpi, que falhou no fim, também teve de sujar o uniforme na etapa inicial.

Na volta do intervalo, o interino Eduardo Barros colocou o experiente Lucho González para dar mais organização ao time visitante. Foi o que aconteceu e ele próprio perdeu uma chance. Os primeiros minutos foram dominados pelo Furacão e faltou um pouco mais de capricho para tirar o zero do placar. O gol mesmo veio de um vacilo de Tiago Volpi. Marcelo Cirino chutou de longe e o goleiro se atrapalhou para defender e viu a bola morrer no fundo do gol. Nova derrota do São Paulo em casa.

Antes disso, Diniz também havia mudado o São Paulo e feito uma alteração considerada incomum: o volante Jucilei deu lugar ao meia Gabriel Sara. O time se lançou ao ataque, mas parou nas defesas do goleiro Santos, convocado para a seleção brasileira. 

O São Paulo agora tem a semana para se preparar para o clássico contra o Santos, no sábado, às 17 horas, na Vila Belmiro. Já o Athletico enfrenta o Botafogo, no domingo, às 16 horas, na Arena da Baixada. As duas partidas serão válidas pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Jogadores do Athletico comemoram vitória no finalzinho contra São Paulo

Jogadores do Athletico comemoram vitória no finalzinho contra São Paulo

Werther Santana/Estadão Conteúdo - 10.11.2019

SÃO PAULO 1 X 1 ATHLETICO-PR

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 10/11/2019, às 16h
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ) 
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Andrea Izaura Maffra Marcelino de Sá (RJ)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Assistentes do VAR: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ) e Daniel do Espirito Santo Parro (RJ)
Público e renda: 13.795 pessoas e R$ 397.902,00
Cartões amarelos: Reinaldo, Antony (SAO); Camacho, Wellington (ATH)

GOLS: Cirino, 44'/2ºT (0-1)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Daniel Alves, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Jucilei (Gabriel Sara, 17'2/2ºT), Tchê Tchê e Igor Gomes (Hernanes, 39'/2ºT); Antony, Vitor Bueno e Pablo (Raniel, 31'/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.

ATHLETICO-PR: Santos; Madson, Robson Bambu, Thiago Heleno e Márcio Azevedo; Wellington, Camacho (Erik, 23'/2ºT) e Bruno Nazário (Lucho González, intervalo); Nikão, Rony (Vitinho, 41'/2ºT) e Marcelo Cirino. Técnico: Eduardo Barros.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Com vitória do Liverpool sobre o City, confira a rodada europeia