Campeonato Brasileiro

Futebol Ataque não funciona, e Flamengo empata com o Cuiabá no Maracanã

Ataque não funciona, e Flamengo empata com o Cuiabá no Maracanã

Com o empate sem gols, em casa, Flamengo perde oportunidade de diminuir distância de pontos para o Atlético-MG

Lance
  • Futebol | por Lance | Do R7

Gabigol voltou ao ataque do Flamengo, mas não fez boa partida no Maracanã

Gabigol voltou ao ataque do Flamengo, mas não fez boa partida no Maracanã

Alexandre Vidal/ lamengo (via Lance!)

Em uma noite de pouca inspiração do ataque, o Flamengo esbarrou na defesa do Cuiabá e os times empataram em 0 a 0, neste domingo, no Maracanã. A partida foi de poucas chances para ambas equipes, com o Rubro-Negro ensaiando uma pressão no fim, mas sem conseguir superar o goleiro Walter.

Ao fim do jogo, as reclamações foram com a arbitragem, que anulou gol de Michael ainda aos oito minutos do primeiro tempo, por impedimento. As vaias da arquibancada foram para os jogadores - algo que não acontecia há meses.

O resultado tornou-se ainda mais frustrante para a torcida do Flamengo pois o time entrou em campo sabendo da derrota do líder Atlético-MG. Se vencesse o Cuiabá, o Rubro-Negro colocaria a distância em oito pontos - tendo dois jogos a menos que o Galo. Agora, segue a 11 pontos.

O início do jogo foi promissor para o Flamengo, que ocupou o campo ofensivo e, pressionando a saída de bola rival, não deu espaços para o Cuiabá respirar. Foi assim, em duas roubadas de bola seguidas, que Michael ficou com a posse dentro da área e finalizou cruzado, aos oito minutos. Porém, o impedimento de Matheuzinho no lance foi assinalada -  com o auxílio do VAR -, e o gol anulado.

O ritmo do time de Renato Gaúcho caiu com o passar do tempo. Além disso, as seguidas paralisações, o gramado ruim e a boa proteção do Cuiabá na entrada da área fizeram o Flamengo terminar a primeira etapa com dois chutes certos. Os visitantes, por sua vez, finalizaram apenas uma vez na meta de Diego Alves.

Desta forma, o empate sem gols persistiu até a ida dos times para os vestiários do Maraca, apesar dos seis minutos de acréscimos dados por Flávio Rodrigues.

Jorginho fez duas mudanças (entraram Elton e Rafael Gava), mas o cenário do jogo seguiu o mesmo no início da etapa final. O Flamengo tinha a bola, mas poucas intensidade e criatividade para superar a defesa do Cuiabá. Com isso, Renato acionou Kenedy, aos 11, no lugar de Thiago Maia, que não estava bem.

De tanto insistir, o Flamengo passou a criar as melhores a partir dos 15. Foram duas boas jogadas de Michael, uma cabeçada (sem perigo) e uma finalização travada de Gabigol. De fato, o goleiro Walter permaneceu sendo pouco exigido. Sua maior intervenção foi aos 33, cortando cruzamento vindo de Willian Arão.

Aos 28, Renato mandou a campo  Vitinho e Vitor Gabriel a campo, nos lugares de Everton Ribeiro e Gabigol,  dupla que retornou da Seleção no sábado. Por sua vez,  Jorginho reforçou a marcação com Yuri Lima e apostou em Jonathan Cafu para puxar os contra-ataques - oportunidade que ele não teve na partida.

Já na base do "abafa", sem tanta organização, Michael teve uma boa chance aos 36, mas Walter defendeu: um dos cinco chutes certos do Fla no jogo, pouco para o melhor ataque do Brasileirão, insuficiente para tirar o zero do placar.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 0X0 CUIABÁ

Data e horário: 17/10/2021, às 20h30
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA/SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA/SP) e Fabrini Bevilaqua Costa (FIFA/SP)
VAR: Rodolpho Toski Marques (FIFA/PR)
Cartão amarelo: Filipe Luís (FLA); Marllon (CUI)
Público e renda: 7.711 pagantes / 8,299 presentes / R$ 439.607,50

FLAMENGO (Técnico: Renato Gaúcho)
Diego Alves; Matheuzinho, Rodrigo Caio, Léo Pereira, Filipe Luis; Willian Arão, Thiago Maia (Kenedy, 12'/2ºT), Andreas Pereira; Everton Ribeiro (Vitinho, 28'/2ºT), Michael (Gustavo Henrique, 44'/2ºT) e Gabigol (Vitor Gabriel, 28'/2ºT).

CUIABÁ (Técnico: Jorginho)
Walter; Lucas Ramon (Yuri Lima, 31'/2ºT), Empereur, Paulão, Uendel; Auremir (Marllon, 20'/2ºT), Pepê, Camilo (Jonathan Cafu, 25'/2ºT); Clayson, Felipe Marques (Rafael Gava, Intervalo), Jenison (Elton, Intervalo).

LEIA ABAIXO: 'Dança das cadeiras': Crespo é o 15º técnico demitido no Brasileirão

Últimas