Antony brilha e põe São Paulo na fase de grupos da Libertadores

Atacante marcou um gol e deu uma assistência para garantir a vitória sobre o Inter. Com 60 pontos, Tricolor não pode mais ser alcançado pelo Corinthians

Antony fez um gol e deu uma assistência contra o Inter

Antony fez um gol e deu uma assistência contra o Inter

BRUNO ULIVIERI/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO

O São Paulo está na fase de grupos da Libertadores! Graças a uma grande atuação de Antony, que marcou um gol e deu uma assistência, a equipe superou o Internacional no Morumbi por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, e se garantiu pelo menos na sexta posição do Brasileirão, o suficiente para que "escape" da fase prévia da competição continental.

Com 60 pontos, o time não pode mais ser alcançado pelo Corinthians, que está em sétimo, com 56 e também pela equipe gaúcha, que ficou estacionada nos 54.

Na próxima rodada, a última do Brasileirão, o São Paulo atua fora de casa contra o rebaixado CSA. Já o Inter recebe o Atlético-MG no Beira-Rio. Todos os confrontos desde final de semana serão disputados na tarde de domingo.

O jogo
O Internacional começou a partida melhor, com mais posse de bola. A primeira chance foi aos 8. Heitou recebeu na direita e arriscou de longe, mas a bola foi para fora.

Já o São Paulo, no primeiro bom momento que teve, conseguiu o gol. Após saída de jogo errada do Inter, a bola chegou em Igor Gomes, que acertou passe preciso para Antony. De frente para o gol, o atacante apenas deslocou Marcelo Lomba e abriu o placar no Morumbi.

A vantagem deu confiança para o time da casa, que passou a perder chances em sequência. Aos 24, Daniel Alves bateu falta por cima do gol. Pouco tempo depois, Vitor Bueno arriscou de longe e obrigou Lomba a espalmar.

E por pouco o São Paulo não foi castigado aos 38. Guerrero tabelou com Edenilson e a bola sobrou com Nonato. E o volante, mesmo livre, bateu para fora.

Quase nos acréscimos, Daniel Alves recuperou bola no campo de ataque e deixou Pablo em ótima posição de marcar. O camisa 9 chutou, mas Lomba conseguiu fazer a defesa e evitou o segundo do time paulista.

Na volta para o segundo tempo, porém, não deu para o goleiro Colorado. Logo aos 3 minutos, Antony puxou contra-ataque desde o campo de defesa, passou por dois zagueiros e cruzou na medida para Vitor Bueno, que dominou e, com um toque de categoria, marcou o segundo.

A desvantagem no placar fez o Inter ir com tudo para cima. Para isso, o técnico Zé Ricardo apostou nas entradas de D'Alessandro e Nico López. E as alterações não demoraram a dar resultado. Guerrero bateu, Tiago Volpi espalmou e a bola ficou limpa para Guilherme Parede mandar para o gol.

O gol visitante deixou a partida aberta, já que, se empatasse, o Inter continuava com chances de ir direto para a fase de grupos da Libertadores. E foi para cima. Aos 42, Rafael Sobis pegou a sobra e bateu de primeira. A bola desviou e Volpi fez a defesa.

Nos acréscimos, Marcelo Lomba foi para a área em um escanteio e por muito pouco não empatou o jogo.

SÃO PAULO 2X1 INTERNACIONAL
Data: 4/12/2019 (quarta-feira)
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Alex dos Santos e Éder Alexandre (ambos de SC)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Tchê Tchê, Vitor Bueno, Bruno Alves (São Paulo); Rodrigo Lindoso, Rafael Sobis, Victor Cuesta, Uendel (Internacional)
Gols: Antony aos 15 do 1º tempo; Vitor Bueno aos 3, Guilherme Parede aos 24 do 2º
Renda e público: 30.822 e R$ 487.784,00
SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Igor Gomes (Toró); Antony, Pablo (Luan) e Vitor Bueno (Liziero). Técnico: Márcio Araújo (auxiliar)
INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Heitor (Rafael Sobis), Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Nonato (D'Alessandro), Neilton (Nico López) e Guilherme Parede; Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo

Gabigol: artilheiro do Brasileiro faz mais gols ou troca de visual?