Futebol À espera de Nenê, Fluminense empata com o Ceará e sai do Z4

À espera de Nenê, Fluminense empata com o Ceará e sai do Z4

Pedro, pelos cariocas, e Tiago Alves, pelos cearenses, marcaram os gols do duelo válido pela 10ª rodada do Brasileirão

Fluminense x Ceará

Tricolor subiu para 15ª posição e Vozão é o 16º

Tricolor subiu para 15ª posição e Vozão é o 16º

Celso Pupo/FotoArena/Estadão Conteúdo

À espera de Nenê, reforço apresentado horas antes de a bola rolar, o Fluminense foi a campo na noite desta segunda-feira (15), no Maracanã, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro após a pausa por conta da Copa América, ficando no empate em 1 a 1 com o Ceará.

Pedro, pelos cariocas, e Tiago Alves, pelos cearenses, fizeram os gols do duelo, diante dos quase 22 mil torcedores que foram ao estádio — os do Flu aguardam, agora, o dia da estreia da nova contratação, vaiando o atual elenco após o apito final.

Fluminense inaugura homenagem a Paulo Julio Clement

Com o resultado, o Fluminense chegou a nove pontos, na 15ª posição do Campeonato Brasileiro, deixando a zona de rebaixamento após o término da décima rodada — mas segue sem vencer há cinco jogos. O Ceará está na posição seguinte, com 11 pontos. Ambas as equipes voltam a campo no sábado — enquanto o Tricolor faz o clássico da rodada carioca com o Vasco, em São Januário, os cearenses recebem o Palmeiras, no Castelão.

NO EMBALO TRICOLOR

Após um mês sem jogos por conta da paralisação do Campeonato Brasileiro devido a Copa América, o Fluminense voltou embalado para fazer valer o mando de campo e se afastar da zona de rebaixamento.

Diniz confirma chegada de Nenê e saída de Luciano: 'Fica quem quer'

Desde o minuto inicial, os comandados de Fernando Diniz foram exaustivamente ao ataque, buscando o gol. Paulo Henrique Ganso levou perigo, Yony González também, até que João Pedro, aos 18 e 19 do primeiro tempo, preocupou o Ceará, que se segurava para equilibrar os desempenhos.

REVERÊNCIA DE PEDRO

O Fluminense seguiu pressionando. Aos 25, Yony González aproveitou sobra, mas o goleiro Diogo Silva fez grande defesa. Até que aos 40 minutos, Pedro, oportunista, aproveitou desvio de Nino e estufou as redes. O auxiliar assinalou o impedimento para anular o gol, mas depois de checagem no árbitro de vídeo, corretamente, o gol foi validado, 1 a 0 sobre o Ceará. Festa duas vezes do atacante tricolor, reverenciando os mais de 21 mil torcedores que foram ao Maracanã.

BICICLETA NO MARACA

Mesmo sofrendo o gol, atrás do marcador, o Ceará não sentiu, continuando o trabalho no contra-ataque para buscar o resultado, até então desfavorável. No último lance antes do intervalo, no acréscimo, os comandados de Enderson Moreira foram efetivos, dando um balde de água fria no Fluminense. E com um golaço, meus amigos: Tiago Alves aproveitou sobra e, de bicicleta, igualou o marcador em 1 a 1. As conversas nos vestiários das equipes seriam mais animadas, pelo visto...

EMOÇÃO ATÉ O FIM

No segundo tempo, o Ceará voltou com garra, no trabalho de contra-ataque. E chegou a fazer o gol da virada aos 13 minutos, depois anulado corretamente com o auxílio do vídeo - Mateus Gonçalves estufou as redes do Fluminense, mas Felippe Cardoso, participando da jogada, estava em posição de impedimento. O Tricolor teve a chance de vencer aos 41, com Pedro obrigando Diogo Silva a fazer grande defesa, mas mesmo com os dez minutos de acréscimo, o empate em 1 a 1 acabou prevalecendo.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 1 CEARÁ

Estádio
: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 15/7/2019, 20h (de Brasília)
Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
Árbitro de vídeo: Heber Roberto Lopes (SC)
Público/renda: 21.810 pagantes/R$ 650.145,00
Cartões amarelos: Paulo Henrique Ganso, Nino (FLU) e Fabinho, Diogo Silva (CEA)
Gols: Pedro 40'/1ºT (1-0) e Tiago Alves 48'/1ºT (1-1)

FLUMINENSE: Agenor, Gilberto (Igor Julião 29'/2ºT), Digão, Nino e Caio Henrique; Yuri Lima (Marcos Paulo 13'/2ºT), Daniel e Paulo Henrique Ganso; João Pedro (Miguel 42'/2ºT), Yony González e Pedro. Técnico: Fernando Diniz.

CEARÁ: Diogo Silva, Samuel Xavier, Tiago Alves, Valdo e João Lucas; Fabinho, Ricardinho, William Oliveira (Fernando Sobral 25'/2ºT) e Thiago Galhardo (Felipe Baxola 37'/2ºT); Rick (Mateus Gonçalves intervalo) e Felippe Cardoso. Técnico: Enderson Moreira.