Esportes Fora do calendário da Fórmula 1, Vietnã oficializa cancelamento de GP

Fora do calendário da Fórmula 1, Vietnã oficializa cancelamento de GP

Os organizadores do GP do Vietnã anunciaram nesta sexta-feira o cancelamento definitivo da corrida em função da pandemia do coronavírus. Se fosse realizada, seria a primeira prova da história da Fórmula 1 no país asiático. A não realização da corrida, porém, já era esperada, pois nem havia sido incluída no calendário preparado pela Federação Internacional de Automobilismo.

A empresa responsável pela organização do GP se comprometeu a devolver o dinheiro dos ingressos após meses de incerteza sobre a corrida. A prova estava inicialmente agendada para abril e foi adiada, mas não cancelada, embora nunca uma data tenha sido indicada para a sua realização.

"Não podemos dar as boas-vindas à mais emocionante e prestigiosa categoria de automobilismo do planeta no Vietnã em 2020 devido à pandemia da covid-19. Esta foi uma decisão muito difícil para todos nós, mas no final das contas foi a única solução depois de revisar cuidadosamente todos os critérios de segurança, bem como a eficiência nas condições atuais. Agradecemos seu apoio e compreensão durante este período incerto", disse o Vietnam Grand Prix Corp.

O Vietnã é um dos países que melhor conseguiu lidar com a pandemia da covid-19, tendo apenas 35 mortes. Para isso, porém, adotou medidas restritivas que dificultariam a realização de um GP no país. As fronteiras do país foram fechadas no fim de março, abrindo exceções apenas para vietnamitas que estiverem em uma nação estrangeira e a trabalhadores estrangeiros.

Por causa da pandemia, 13 corridas não puderam ser realizadas em 2020, com outras sendo incluídas no calendário, para que o campeonato tenha 17 provas neste ano. Foram elas: Austrália, Vietnã, China, Holanda, Mônaco, Azerbaijão, Canadá, França, Cingapura, Japão, Estados Unidos, México e Brasil.

Últimas