Esportes Olímpicos Técnica de basquete Laís Elena morre aos 76 anos em Santo André

Técnica de basquete Laís Elena morre aos 76 anos em Santo André

Treinadora, que dirigiu equipes de base e princnipal no ABC paulista por 40 anos, enfrentava um câncer de mama e havia passado mal na última sexta

laís elena

A técnica Laís Elena,que morreu nesta terça, ergue troféu pelo Santo André

A técnica Laís Elena,que morreu nesta terça, ergue troféu pelo Santo André

Gaspar Nóbrega/LBF/Divulgação

A ex-jogadora da seleção brasileira de basquete Laís Elena, de 76 anos, morreu nesta terça-feira. Natural de Garça, no interior de São Paulo, a também ex-treinadora estava hospitalizada em Santo André, cidade onde vivia.

O resultado mais expressivo da carreira da ex-armadora foi a medalha de bronze conquistada no Mundial de 1971, disputado no Brasil.

Laís Elena sofria de câncer de mama e estava internada na UTI do hospital A.C. Camargo. A ex-atleta sofreu uma convulsão, na última sexta-feira, em decorrência do tratamento para controlar a doença.

"Com enorme pesar noticiamos o falecimento da ex-jogadora da seleção brasileira e grande treinadora, Laís Elena Aranha da Silva, de 76 anos. Nossos sentimentos aos familiares e amigos", disse, em comunicado, a Confederação Brasileira de Basquete (CBB).

Pela seleção, Laís Elena também foi cinco vezes campeã sul-americana (1965, 1967, 1968, 1970 e 1974) e ganhou medalhas de ouro em Jogos Pan-Americanos (1967 e 1971). A carreira dela começou no extinto ADC Pirelli, sediado em Santo André.

Treinadora

Depois de se aposentar, Laís Elena dirigiu por um período de 40 temporadas os times adulto e de base de Santo André. Entre as principais conquistas como técnica se destacam o título da primeira edição da Liga de Basquete Feminino (LBF), em 2011, o Campeonato Nacional de 1999 e o Campeonato Paulista de 1995.

Laís Elena vinha trabalhando como secretária-adjunta da Secretaria de Esporte e Prática Esportiva do município de Santo André.

Prata na Rio 2016, ciclista é encontrada morta aos 23 anos