Esportes Olímpicos LeBron James se manifesta após jovem negro ser morto por policial

LeBron James se manifesta após jovem negro ser morto por policial

Astro da NBA relembrou protesto de Colin Kaepernick ao apoiar protestos contra violência policial contra negros nos Estados Unidos 

Lance
LeBron apoiou os protestos pela morte de George Floyd

LeBron apoiou os protestos pela morte de George Floyd

Etienne Laurent/EFE/EPA

LeBron James, ala do Los Angeles Lakers, se manifestou sobre o polêmico caso da morte de George Floyd, um jovem negro que morreu em Minneapolis após sofrer violência policial e falecer de asfixia após um policial imobilizá-lo com o joelho em sua garganta, quando ele já estava algemado.

Veja mais: Boa ação! Ex-jogador da NFL passa aniversário ajudando os sem-teto

Em protesto pelo caso, o astro da NBA relembrou o protesto de Colin Kaepernick, ex-jogador da NFL, que polemizou ao se ajoelhar durante o hino dos Estados Unidos em protesto contra a violência com negros.

- Você entende AGORA? Ou sua visão ainda está embaçada? #Acorde - afirma LeBron.

Confira a postagem:

Entenda o  caso

O caso aconteceu na última segunda-feira na cidade de Minneapolis, quando uma equipe policial foi chamada para investigar um caso de falsificação. Ao chegar no local, quatro policiais identificaram um suspeito dentro de um carro, que era George Floyd. Ele foi detido e, segundo a polícia, tentou resistir a prisão, mas acabou sendo imobilizado e algemado.

Um vídeo surgiu na internet onde um oficial pressiona seu joelho na nuca de Floyd, que diz em diversas oportunidades que estava com dificuldades para respirar. Depois de implorar por minutos, George desmaia e fica imóvel. Ele foi levado ao hospital, mas faleceu pouco tempo depois de chegar ao local.

Na última terça-feira, os quatro policiais foram demitidos oficialmente pela prefeitura de Minneapolis, que admitiu que a técnica de imobilização usada pelo policial iria contra o padrão da corporação. A morte revoltou a comunidade negra da cidade, que foi para as ruas protestar contra a recorrente violência policial contra negros, um problema bastante antigo nos Estados Unidos.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Conheça mansão que Jordan tenta vender há 8 anos por R$ 81 milhões

Últimas