Esportes Olímpicos Duplas brasileiras se destacam em etapa de Las Vegas do vôlei de praia

Duplas brasileiras se destacam em etapa de Las Vegas do vôlei de praia

O Brasil teve um dia produtivo na etapa de Las Vegas do Circuito Mundial de vôlei de praia, nesta quinta-feira. No feminino, foram quatro vitórias em cinco jogos disputados. E, no masculino, as três parcerias do País avançaram à segunda fase da disputa, nos Estados Unidos.

No feminino, as brasileiras estrearam na chave principal. Ana Patrícia/Rebecca, Josi/Lili, Maria Clara/Elize Maia e Maria Elisa/Carol Solberg venceram em suas estreias. E, na próxima rodada da fase de grupos, jogam de olho na liderança dos seus grupos e da consequente vaga direta nas oitavas de final. Já Tainá e Victoria perderam na estreia e terão que superar a repescagem.

Vindas de medalhas de ouro e prata nas últimas etapas, Ana Patrícia e Rebecca fizeram valer a boa fase ao derrotarem as alemãs Anna Behlen e Cinja Tillmann por 2 sets a 0, com parciais de 21/16 e 21/14. Na sequência, elas vão duelar com as compatriotas Maria Clara e Elize Maia, que bateram as norte-americanas Claes e Sponcil por 21/19 e 21/18.

Já Josi e Lili superaram as polonesas Kociolek e Kolosinska por 23/21 e 22/20. E Maria Elisa e Carolina Solberg, dupla campeã brasileira, ganharam das compatriotas Tainá e Victoria por 21/13 e 21/15. Para seguirem vivas na etapa, Tainá e Victoria vão precisar vencer as chinesas Fan Wang e Chen Xue nesta sexta.

MASCULINO - Na outra chave da etapa de Las Vegas, o Brasil avançou com três duplas à segunda fase: Pedro Solberg/Bruno Schmidt, Ricardo/Álvaro Filho e Guto/Saymon (RJ/MS) venceram na estreia, perderam a segunda partida, e terão que disputar a repescagem.

Solberg e Bruno Schmidt superaram os alemães Bergmann e Harms, por 16/21, 21/17, 15/12, e os catarianos Cherif e Tijan, por 21/17 e 21/18. Ricardo e Álvaro Filho derrotaram os chilenos Marco e Esteban Grimalt por 21/17 e 21/17 e os norte-americanos Taylor Crabb e Jake Gibb por 21/16 e 26/24.

Já Guto e Saymon ganharam dos norte-americanos Patterson e Slick por 21/14 e 21/19, mas caíram diante dos italianos Nicolai e Lupo, atuais vice-campeões olímpicos, por 2 21/19 e 21/17. Assim, terão que disputar a repescagem para seguirem vivos na disputa.