Carta do Barão de Coubertin é doada ao Comitê Olímpico

Documento histórico de 1892, que foi adqurido pelo milionário russo Alisher Usmanov, expressa o desejo de criação da entidade internacional

Carta foi escrita a mão pelo Barão Pierre de Coubertin

Carta foi escrita a mão pelo Barão Pierre de Coubertin

Reprodução/Twitter/@olympics

O presidente da Federação Internacional de Esgrima, o milionário russo Alisher Usmanov, doou nesta segunda-feira (10) ao COI (Comitê Olímpico Internacional) um presente de valor inestimável. Usmanov entregou a carta histórica de 1892 na qual o Barão Pierre de Coubertin expressou seu desejo de fundar o órgão que atualmente governa o movimento olímpico.

Em uma pequena cerimônia realizada no Museu Olímpico, em Lausanne, na Suíça, Usmanov entregou o documento, que foi escrito à mão por de Coubertin e lido por ele há 128 anos na Universidade Sorbonne, em Paris, ao atual presidente do COI, o alemão Thomas Bach.

"Esse discurso é considerado o momento fundador do movimento olímpico", afirmou Bach ao receber o documento, que foi adquirido pelo milionário russo por um preço de US$ 8,8 milhões em um leilão fechado em Nova York, em dezembro, organizado passado pela Sotheby's.

No manuscrito de 14 páginas, Coubertin, que tinha apenas 29 anos, tornou público em 25 de novembro de 1892 seus planos de reviver as Olimpíadas da Grécia Antiga, que acabariam se materializando na fundação do Comitê Olímpico Internacional, em 1894, e na organização dos primeiros Jogos modernos, em 1896, em Atenas.

A carta é o documento esportivo mais caro já leiloado, e doá-lo ao COI concedeu a Usmanov a honra de ter seu nome gravado na entrada do museu em Lausanne, ao lado de empresas, governos e federações que já colaboraram com o movimento olímpico.

O milionário russo, que acumulou sua fortuna através de negócios nos setores de metal e telecomunicações, deteve 30% das ações do Everton até 2018, e no mês passado adquiriu os direitos de publicidade do nome do futuro estádio do clube inglês.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Fã de basquete, Spike Lee homenageia Kobe Bryant no Oscar