Lembra dele? Menino que riscou Neymar de camisa celebra Marta

Bernardo Sampaio, hoje com 15 anos, comemorou sexto título de Melhor do Mundo da jogadora como se fosse hexacampeonato da seleção brasileira

Camisa Neymar

Bernardo Sampaio pedia mais empenho da seleção masculina nos Jogos Olímpicos

Bernardo Sampaio pedia mais empenho da seleção masculina nos Jogos Olímpicos

Reprodução

Sem o hexacampeonato na Copa do Mundo de 2018, o Brasil comemorou como tal o sexto título de Melhor Jogadora do Mundo recebido por Marta. Um torcedor em especial ficou ainda mais feliz com o prêmio da última segunda-feira (24), no The Best da Fifa. Bernardo Sampaio, que ficou famoso por riscar o nome de Neymar e escrever Marta na Rio 2016, também celebrou a conquista da atleta.

A reportagem do R7 foi atrás do garoto, hoje com 15 anos, para saber as reações do turbilhão de memes nos Jogos Olímpicos até o sexto troféu da jogadora. A camisa usada quase dois anos e meio atrás, claro, não acompanhou o estirão pré-adolescente, mas ainda é guardada com carinho na casa da família, no Rio de Janeiro.

Camisa não serve mais no garoto

Camisa não serve mais no garoto

Arquivo Pessoal

“Fiquei bastante feliz com a premiação da Marta, tão feliz quanto se fosse para o Neymar. Para mim, foi um título do Brasil”, disse Bernardo. “Algumas pessoas interpretaram de forma errada a mensagem daquela camisa. Não era uma crítica ao Neymar. Era muito mais para exaltar a Marta.”

Até aquele momento da Rio 2016, ‘o craque’ e companhia haviam empatado sem gols contra a África do Sul e contra o Iraque na primeira fase da Olimpíada. No dia seguinte à foto – e a consequente enxurrada de críticas a favor e contra tudo e todos nas redes sociais – a equipe verde-amarela reencontrou o brio perdido no tempo e venceu a Dinamarca por 4 a 0 para começar verdadeiramente sua caminhada rumo ao inédito ouro olímpico.

Do outro lado, o time ‘da craque’ havia vencido a forte seleção da China (3 a 0) e a toda-poderosa Suécia (5 a 1). Mas no final das contas, o Brasil perdeu para a própria Suécia nos pênaltis (4 a 3) na semifinal e foi superado também pelo Canadá (2 a 1), na disputa pela medalha de bronze.

Marta desbanca CR7 e Messi e Modric leva The Best pela 1ª vez

“Talvez eu tenha dado um gatilho para um movimento. Como se fosse: ‘seleção masculina, cadê vocês?’. Não foi um negócio intencional. Não saí de casa querendo virar meme mundial, mas queria expressar mesmo o que eu e muita gente sentia. Foi só chegar em casa à noite para ver milhões de mensagens. Foi realmente assustador”, disse Bernardo.

Um ano inteiro sendo chamado de Marta

Na volta às aulas, assim que os Jogos Olímpicos acabaram, Bernardo passou a ser a estrela do colégio. O que até poderia soar como algo positivo, era na verdade o mais puro bullying com o ‘garoto da camisa’. Segundo suas próprias contas, foi mais de um ano sendo chamado diariamente de Marta.

Marta: saiba um pouco mais sobre a vida da melhor jogadora do mundo

“Foi um dos meus piores momentos na escola. Não houve um dia em não era chamado de Marta. Todo o dia tinha alguém. Foi um negócio tenebroso. Hoje em dia, levo muito na brincadeira”, resumiu o garoto, que inclusive jogou o interclasses deste ano com o nome Marta às costas.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook