Esportes Espanha derrota a Polônia por 2 a 1 e avança à final da ATP Cup na Austrália

Espanha derrota a Polônia por 2 a 1 e avança à final da ATP Cup na Austrália

Pela segunda vez em três edições, a Espanha chega à final da ATP Cup, competição entre países realizada em Sydney, na Austrália, e vai em busca de um título inédito. Depois de uma campanha invicta na fase de grupos, os espanhóis levaram a melhor contra a Polônia na semifinal desta sexta-feira por 2 a 1 e agora esperam pelos vencedores entre Rússia e Canadá, que duelarão neste sábado.

O experiente Roberto Bautista Agut, de 33 anos e 19.º do ranking da ATP, foi o responsável por definir a série após vencer o número 9 do mundo Hubert Hurkacz por 2 sets a 1 - com as parciais de 7/6 (8/6), 2/6 e 7/6 (7/5).

A vitória de Bautista Agut definiu o confronto entre Espanha e Polônia porque, mais cedo, Pablo Carreño Busta havia confirmado o favoritismo contra Jan Zielinski, que substituiu Kamil Majchrzak de última hora, por 6/2 e 6/1. Os dois espanhóis venceram todas as partidas de simples que disputaram nesta ATP Cup.

Além disso, Bautista Agut mantém a escrita de nunca ter perdido para Hurkacz. Ele agora lidera o histórico de confrontos contra o polonês de 24 anos por 3 a 0. Suas outras duas vitórias aconteceram no Masters 1000 de Cincinnati (Estados Unidos) de 2019 e no ATP 250 de Colônia (Alemanha) do ano passado.

A série ainda teve o jogo de duplas. A Polônia conseguiu o seu ponto de honra com Zielinski e Szymon Walkow derrotando de virada Pedro Martinez e Albert Ramos-Vinolas por 2 sets a 1 - com as parciais de 4/6, 6/3 e 10 a 6 no match tie-break.

Neste sábado, Rússia e Canadá duelarão pela outra vaga na decisão da ATP Cup. O primeiro jogo do dia será entre o russo Roman Safiullin e o canadense Denis Shapovalov. Na sequência, Felix Auger Aliassime terá pela frente Daniil Medvedev, atual número 2 do mundo. A programação prevê os quatro tenistas na partida de duplas, que pode ser decisiva para o confronto.

Últimas