Esportes Descansado, Flamengo testa paciência e poderio ofensivo contra retranca do Inter

Descansado, Flamengo testa paciência e poderio ofensivo contra retranca do Inter

Cada vez mais visado após sete vitórias seguidas, Renato Gaúcho sabe que precisa de novidades para seu Flamengo seguir somando triunfos nas competições. Neste domingo, às 18h15, no Maracanã, o oponente será o Internacional, que já adiantou vir ao Rio de Janeiro apostando na retranca. Depois de uma semana inteira de treinos, os cariocas prometem paciência e novidades ofensivas para furar o ferrolho colorado.

Com os titulares descansados após folga diante do ABC, na Copa do Brasil, Renato Gaúcho usou a semana cheia para "aprimoramentos". Mesmo com a sequência de resultados positivos e os 25 gols anotados em sete jogos, o treinador ainda não havia implementado todas as modificações táticas desejadas no time.

A promessa é de uma equipe ainda mais forte e pronta para apresentar um repertório maior, sobretudo diante das fortes retrancas previstas pela frente. Até então, os adversários tentavam encarar a equipe por igual. Aguirre já anunciou reforço na marcação, o que promete ser um grande teste para os cariocas.

Depois de brigarem ponto a ponto pelo título na reta final da edição passada, as equipes se reencontram em momentos distintos. Enquanto o Flamengo está embalado e buscando o topo da tabela - tem dois jogos a menos - os gaúchos vivem pressão por falta de resultados e aproximação da zona de rebaixamento.

Eles se enfrentaram na penúltima rodada do Brasileirão de 2020 e o Inter podia garantir o troféu. Mas acabou levando a virada, perdeu a liderança e deixou a taça escapar na última rodada. Gabriel e Arrascaeta anotaram os gols naquele dia e voltam a campo neste domingo para tentar repetir a dose.

Apenas o zagueiro Rodrigo Caio não estará em campo entre os considerados titulares flamenguistas. Com dores musculares incômodas, só voltará a jogar novamente quando estiver 100% recuperado.

Mesmo necessitando de pontos para se afastar da perigosa aproximação da zona de rebaixamento, o técnico Diego Aguirre será cauteloso no Maracanã. Diante de um oponente que vem de seguidas vitórias e marcando muitos gols, o uruguaio vai reforçar a marcação.

Rodrigo Lindoso entra para "auxiliar" o também volante Rodrigo Dourado, com Edenilson sob recomendação para auxiliar na marcação. Recuperado de lesão muscular, o meia Patrick tem tudo para voltar no Maracanã. Caio Vidal iria para a reserva.

As mudanças não param por aí. O lateral-esquerdo Moisés está suspenso e Aguirre ainda não definiu se usa o jovem Paulo Victor ou promove a estreia do compatriota Mercado. O zagueiro/lateral de 34 anos não joga há quatro meses, mas é nome de confiança do treinador e vive a expectativa do primeiro jogo.

O Inter ganhou apenas um de seus últimos dez jogos e necessita desesperadamente desencantar. Mesmo sob enorme pressão, vai evitar correr riscos. A ordem é se fechar bem atrás e tentar encaixar um contragolpe perfeito.

Últimas