Copa 2018 Bélgica faz 3 a 0 e ganha fácil do estreante Panamá na Copa 

Bélgica faz 3 a 0 e ganha fácil do estreante Panamá na Copa 

Os gols belgas foram de Martens e dois de Lukaku; os panamenhos ficaram muito emocionados no momento em que o hino tocou no estádio de Sochi

vitória bélgica

Mertens comemora o primeiro gol da Bélgica na vitória por 3 a 0 sobre o Panamá

Mertens comemora o primeiro gol da Bélgica na vitória por 3 a 0 sobre o Panamá

Max Rossi/Reuters - 18.06.2018

A Bélgica passou fácil pelo Panamá e venceu por 3 a 0. O jogo foi em Sochi, nesta segunda (18) e os gols belgas foram um de Martens e dois de Lukaku. 

Emoção de capitão

O jogo marcou a estreia do Panamá em Mundiais. Na hora do hino do País, os jogadores panamenhos estavam bem emocionados e o capitão Román Torres chegou a chorar.

Román Torres chorou ao tocar o hino do Panamá

Román Torres chorou ao tocar o hino do Panamá

Carlos Garcia Rawlins/Reuters - 18.06.2018

O zagueiro fez o gol da classificação para a Copa do Mundo. Na partida contra a Costa Rica, que o Panamá venceu por 2 a 1 e os Estados Unidos ficaram fora da competição na Rússia. 

Pressão belga

Já nos primeiros lances, deu para saber como que seria o jogo. A Bélgica no ataque e o Panamá fechadinho, para talvez tentar um contra-ataque. 

Aos seis minutos os belgas tiveram a primeira oportunidade de gol. Carrasco recebeu a bola cara-a-cara com o goleiro e chutou, mas Penedo defendeu. 

No lance seguinte, Hazard desceu pela direita e tocou para Martens. Ele chutou no ângulo e Penedo afastou. 

Román Torres recuou errado para o goleiro. Hazard chegou antes, mas chutou na rede pelo lado de fora. 

Aos 19 minutos, De Bruyne fez jogada ensaiada com Martens, que chutou para fora. 

De Bruyne tentou um chute de longe, aos 21 minutos.  A bola foi para fora, mas passou pertinho do gol. 

A primeira vez que o Panamá desceu com algum perigo foi aos 34 minutos. Cooper tocou no fundo para Rodríguez, que tentou cruzamento e a zaga belga tirou. 

Aos 38 minutos, Hazard entrou na área com a bola dominada e chutou para boa defesa de Penedo. 

Dois minutos depois o goleirão trabalhou bem de novo. De Bruyne tocou para Lukaku tentar e Penedo pegou. 

Martens abre para Bélgica

Lukaku comemora seu segundo gol contra o Panamá

Lukaku comemora seu segundo gol contra o Panamá

REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

Foi o jogo recomeçar que a Bélgica finalmente fez o primeiro gol e um golaço. Aos dois minutos do segundo tempo, Lukaku tentou o cruzamento e Torres tirou. Martens ficou com o rebote na direita no bico da área pegou de primeira e fez um belo gol. 

Aos sete minutos, De Bruyne cobrou falta colocada e foi para fora. Mas passou perto!

O Panamá quase empatou dois minutos depois. Murillo recebeu na cara do gol e Vertonghen bloqueou, antes da finalização. 

Aos 18 minutos, Vertonghen cabeceou e Penedo defendeu. 

O segundo gol da Bélgica saiu aos 24 minutos e passou pelos pés dos craque do time. Hazard driblou dois panamenhos, tocou para De Bruyne, que de trivela cruzou para Lukaku. O atacante fez o segundo belga. 

Hazard deu um passe para Lukaku na cara do gol. O maior artilheiro da seleção belga, com 38 gols, só precisou empurrar para dentro.  

Aos 36 minutos, após troca de passes da Bélgica, Meunier recebeu na pequena área e finaliza de letra. Penedo pegou. 

Próximos jogos

A Bélgica vai enfrenta a Tunísia, no dia 23, no estádio Spartak, de Moscou. O Panamá terá a Inglaterra pela frente, no dia 24, em Najni Novgorod. 

Ficha técnica
15/6 - Estádio Fisht (Sochi)
BÉLGICA 3 x 0 PANAMÁ
Árbitro: Janny Sikazwe (Zâmbia); Público: 43 257; Gols: Mertens 2 e Lukaku 24 e 30 do 2º; Cartões amarelos: Meunier, Vertonghen e De Bruyne (Bélgica); Davis, Barcenas, Murillo, Cooper e Godoy
BÉLGICA: Courtois, Alderweireld, Boyata e Vertonghen; Meunier, De Bruyne, Witsel (Chadli 45 do 2º), Carrasco (Dembelé 29 do 2º), Mertens (Thorgan Hazard 38 do 2º) e Eder Hazard; Lukaku. Técnico: Roberto Martínez
PANAMÁ: Penedo, Murillo, Román Torres, Escobar e Davis; Gómez, Cooper, Godoy, Barcenas (Tejada 18 do 2º) e Rodríguez (Ismael Díaz 18 do 2º); Pérez (Gabriel Torres 18 do 2º). Técnico: Hernán Darío Gómez

Veja as melhores imagens de Bélgica e Panamá:

    Access log