Com 3 nomes anunciados, Guarani quer de 6 a 8 reforços para a Série B

O Guarani prevê em torno de seis a oito reforços para disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Apesar das dificuldades econômicas, o clube campineiro já anunciou três contratações durante a pandemia do novo coronavírus e segue no mercado em busca de, ao menos, três novas opções para o técnico Thiago Carpini.

O Guarani quer oficializar, no mínimo, mais um atacante e um meio-campista e ainda vai monitorar as opções disponíveis em busca de custo-benefício favorável - empréstimo com salário dividido é tido como uma opção interessante desde que não extrapole o orçamento.

Até o momento, a equipe fechou contrato com o zagueiro Didi, o meia Arthur Rezende e o atacante Elias Carioca - o zagueiro Walber, do Athletico-PR, será o próximo.

Outro nome que foi especulado como possível reforço é o do meia Alan Guimarães, uma das principais promessas das categorias de base do Palmeiras.

Durante a paralisação do Campeonato Paulista, o Guarani já perdeu seis peças do zagueiro: os zagueiros Leandro Almeida e Vitor Mendes; o lateral-esquerdo Thallyson; o meia Bady e os atacantes Juninho Piauiense e Júnior Todinho.