CBF libera terceira parcela de auxílio financeiro para os árbitros

Confederação repassou última parcela de R$ 900 mil para ajudar 479 árbitros e assistentes que fazem parte do quadro nacional de arbitragem 

Árbitros receberam auxílio de R$ 2,7 milhões da Confederação Brasileira

Árbitros receberam auxílio de R$ 2,7 milhões da Confederação Brasileira

Divulgação CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou que a terceira parcela do auxílio financeiro aos 479 árbitros e assistentes que pertencem ao quadro nacional está liberada a partir da última sexta-feira. A entidade calculou o valor a partir da maior taxa paga para a categoria e desembolsou o total de R$ 900 mil.

Ao longo dos últimos três meses, a CBF repassou R$ 2,7 milhões ao quadro de arbitragem. Além da liberação, também foi anunciado que as parcelas pagas como antecipação foram transformadas em doação, sendo assim, os valores não estão mais vinculados ao reembolso em escalas futuras.

"Essas medidas são mais uma demonstração do respeito que a CBF tem pela competência e dedicação dos árbitros brasileiros. Apesar da paralisação das competições, eles têm trabalhado muito em atividades de atualização e aperfeiçoamento e tenho certeza que estarão prontos a atuar quando o futebol voltar", afirma Rogério Caboclo, presidente da CBF.

O presidente também anunciou o encerramento do período de pré-temporada realizada pela Comissão Nacional de Arbitragem ao longo das últimas semanas por meio de aulas e vídeo testes.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Atacante revela negociação secreta com Barça: 'Esposa cogitou amante'