Esportes Casares cobra 'reação imediata' após resultado 'inaceitável' do São Paulo

Casares cobra 'reação imediata' após resultado 'inaceitável' do São Paulo

Um dia após a pior derrota do São Paulo na história do Morumbi, o presidente Julio Casares se manifestou sobre a primeira crise esportiva da sua recém-iniciada gestão. O dirigente cobrou uma "reação imediata" da equipe após um resultado "inaceitável" - o revés por 5 a 1 para o Internacional. Mas disse que precisa agir racionalmente na gestão do clube.

"Hoje tem sido um dia difícil para todos os são-paulinos. Na condição de torcedor, que nunca deixarei de ser, me solidarizo com todos os que, assim como eu, não conseguiram dormir. Mas, na condição de presidente de nosso amado tricolor, meu dever é de agir racionalmente. Por isso, desmarquei todos os compromissos que estavam agendados, para concentrar todas as atenções para a situação do nosso time", escreveu em seu perfil no Instagram.

Assim, Casares defendeu a continuidade do trabalho de Fernando Diniz, alvo de questionamentos da torcida pós uma série de tropeços. Mas destacou a necessidade de o time encerrar o jejum de vitórias no duelo com o Coritiba, sábado, no Morumbi, pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além disso, detalhou os encontros que teve no CT da Barra Funda, assim como vem sendo a transição na gestão do clube.

"O dia começou com uma reunião importante, com a presença e apoio do nosso coordenador técnico, Muricy Ramalho. Esperamos uma reação imediata. Ainda que machucados, estamos vivos numa reta final de Brasileiro, e não podemos, no calor das emoções, cometer atos que possam comprometer o que é melhor para o São Paulo, como já ocorreu em situações semelhantes num passado recente", escreveu Casares.

"Este é o nosso 21º dia de gestão. A transição com o Belmonte, nosso diretor estatutário, está sendo feita da maneira mais profissional possível. Raí, que atua como diretor executivo, tem trabalhado neste sentido. Após um resultado inaceitável, agora temos de trabalhar para reencontrarmos o caminho das vitórias e colocarmos o nosso tricolor onde deve estar. Sigo acreditando na força do São Paulo Futebol Clube e vamos lutar de maneira incessante para que nosso suor se transforme em alegrias e conquistas", acrescentou.

Sem vencer desde 26 de dezembro, o São Paulo soma três derrotas e dois empates nos últimos cinco jogos, o que inclui a eliminação nas semifinais da Copa do Brasil e a perda da liderança do Brasileirão.

Últimas