Esportes Ayton faz cesta a menos de 1 segundo do fim, Suns vencem Clippers e abrem 2 a 0

Ayton faz cesta a menos de 1 segundo do fim, Suns vencem Clippers e abrem 2 a 0

O Phoenix Suns segue firme em busca do seu inédito e tão sonhado título da NBA. Em uma partida espetacular, emocionante e decidida no último segundo, a franquia do Arizona venceu o Los Angeles Clippers por 104 a 103, na noite de terça-feira, em Phoenix, abrindo 2 a 0 na série melhor de sete da final da Conferência Oeste.

Com um final de jogo que ficará marcado na história da NBA, Deandre Ayton marcou uma cesta "milagrosa" restando menos de 1 segundo no cronômetro e foi o grande protagonista da vitória de maneira inacreditável. Além do lance crucial, o pivô ainda anotou um "double-double" (dois dígitos em dois fundamentos) de 24 pontos (maior pontuação da carreira em playoffs) e 14 rebotes.

Substituto do armador Chris Paul, que mais uma vez não atuou por ainda estar cumprindo o protocolo de saúde da liga contra a covid-19, Cameron Payne fez a sua melhor exibição em pós-temporada. Terminou o duelo com 29 pontos e nove assistências. Grande estrela do time, Devin Booker não brilhou como no último confronto e teve uma performance apenas razoável com 20 pontos, quatro rebotes e cinco assistências.

Do outro lado, os Clippers apresentaram deficiências e ficaram atrás do placar na maior parte do tempo. Porém, mesmo com todos os problemas, a franquia da Califórnia teve uma chance incrível de fechar o triunfo, mas não conseguiu. Inconstante, Paul George, maior cestinha do time na partida (26 pontos, seis rebotes e seis assistências), errou dois lances livres cruciais restando 10 segundos para o fim e isso possibilitou a virada dos mandantes.

Além dele, Reggie Jackson (19 pontos, cinco rebotes e três assistências) e Ivica Zubac (14 pontos e 11 rebotes) foram os outros maiores pontuadores do time de Los Angeles. Desfalcado também, os Clippers não contaram novamente com Kawhi Leonard em razão de uma lesão no joelho.

Na sequência, as equipes se encontrarão já nesta quinta-feira, às 22 horas (de Brasília), no ginásio Staples Center, em Los Angeles, pelo jogo 3.

Últimas