Lewis Hamilton protesta contra assassinato de João Alberto

Heptacampeão mundial de F-1, piloto britânico, de 35 anos, se manifesta nas redes sociais neste sábado (21): "Outra vida negra perdida", disse

Lewis Hamilton se pronunciou sobre a morte de João Alberto

Lewis Hamilton se pronunciou sobre a morte de João Alberto

Reprodução/Instagram/Lewis Hamilton

O piloto britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, usou suas redes sociais neste sábado (21) para se manifestar sobre a morte de João Alberto Silveira Freitas, assassinado por dois seguranças em um supermercado da rede Carrefour, em Porto Alegre. O heptacampeão mundial de Fórmula 1 postou stories com uma foto de um dos protesto ocorridos nesta sexta-feira e dizeres sobre o ocorrido.

Leia também: Hamilton conquista hepta, faz história e iguala Schumacher na F-1

"Devastado por ouvir essa notícias. Outra vida negra perdida. Isso continua acontecendo e vamos lutar para que acabe. Enviando todos os meus pensamento e orações para o Brasil. Descanse em paz João Alberto Silveira Freitas", escreveu o piloto em sua conta no Instagram.

Leia também: Negro é morto por segurança e PM em supermercado de Porto Alegre

Lewis Hamilton tem sido voz ativa nos protestos antirracistas "Black Lives Matter" ("Vidas Negras Importam", em português). Durante a atual temporada da Fórmula 1, por diversas vezes ergueu o punho, expressando dessa e de várias maneiras e em diferentes ocasiões a sua preocupação com a causa.

Ao longo do ano, o britânico também foi alvo de reclamações de pilotos e ex-pilotos da maior categoria do automobilismo mundial por seu envolvimento com os protestos antirracistas e pelos pedidos para que os seus companheiros de Fórmula 1 se manifestassem sobre o tema.