Coronavírus: McLaren vai produzir 10 mil ventiladores respiratórios

Equipe de Fórmula 1 disponibilizou a fábrica de carros e em conjunto com outras grandes empresas e conseguirá fabricar equipamentos médicos

Fábrica da McLaren onde serão produzidos ventiladores

Fábrica da McLaren onde serão produzidos ventiladores

Divulgação McLaren

A McLaren anunciou na manhã desta segunda-feira (30) que conseguiu produzir um ventilador respiratório aprovado pela Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde do Reino Unidos, a partir do material usado normalmente pela equipe de Fórmula 1. Com isso, a fábrica recebeu a encomenda de 10 mil ventiladores para atender aos pacientes infectados pela covid-19

A escuderia faz parte de um consórcio com outras 27 grandes empresas britânicas de tecnologia e engenharia, como Airbus, Ford e Rolls-Royce, chamado VentilatorChallengeUK (Desafio Ventilador do Reino Unido). O grupo foi depois que Boris Johnson, Primeiro-Ministro do Reino Unido, pediu para que o setor industrial ajudasse no combate à pandemia do novo coronavírus. 

A McLaren informou que vai acelerar a produção das unidades já encomendadas ainda nesta semana. Além disso, o grupo espera a aprovação de um segundo projeto já existente. 

De acordo com a Reuters, agência de notícias, o Reino Unidos tinha apenas 5 mil ventiladores disponíveis no começo do surto do novo coronavírus e precisará de 30 mil quando a infecção atingir o ápice nas próximas semanas. 

De acordo com os últimos números, o Reino Unido tem mais de 19.522 casos, com mais de 1.415 mortes.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.