Esportes Após vaga, Volpi vê o São Paulo com maturidade e 'vivo em todas as competições'

Após vaga, Volpi vê o São Paulo com maturidade e 'vivo em todas as competições'

Invicto em mata-matas com o técnico Hernán Crespo, o São Paulo confirmou a vantagem aberta no primeiro jogo e eliminou o Vasco para avançar às quartas de final da Copa do Brasil, com 2 a 1 em São Januário. Também garantido entre os oito melhores da Copa Libertadores, mais uma vez Tiago Volpi teve de falar sobre a zona de rebaixamento do Brasileirão. Sóbrio, o goleiro disse que o time está maduro para lidar com a situação e em condições de revertê-la.

Apenas um ponto separa o time paulista do Cuiabá, primeiro fora de zona de queda, o que mostra não ser tão desesperadora a situação. Sem contar que o São Paulo andou priorizando jogos da Libertadores e deixou a Série A de lado em algumas rodadas.

"Acho que a gente está tendo maturidade para lidar com situação", afirmou Tiago Volpi. "E vivo em todas competições. No Brasileiro é mais complicado, mas não termina agora. São 38 rodadas, é um campeonato longo", observou.

Garantiu, ainda, que o grupo do São Paulo está fechado para buscar novas conquistas depois de erguer o troféu do Paulistão, e não fica remoendo as coisas ruins. O foco é no melhor alcançado, no positivo, justamente para deixar o astral para cima.

"Avaliam só esse panorama, esquecem as coisas boas e focam nas ruins. Mas o grupo e a comissão técnica não fazem isso. Focamos nas positivas, no título, e encaramos com maturidade", enfatizou. "Temos condições, qualidade e tempo para sair dessa situação."

O São Paulo não volta para casa depois de eliminar o Vasco. A preparação para o confronto com o Athletico-PR, pelo Brasileirão, no domingo, será no CT do Fluminense. Do Rio, embarca direto para Curitiba, onde tenta deixar a zona de queda na Arena da Baixada.

Vai para Curitiba com nova baixa no elenco. William voltou a jogar no segundo tempo, em São Januário. Com pouco tempo em campo, o volante novamente sentiu dores no joelho direito. Mesmo problema pelo qual ficou afastado quase dois meses. Crespo deu um abraço apertado no jogador, que deixou o campo chorando. Ele passará por avaliação e não está descartada uma cirurgia.

Em recuperação de lesão, o zagueiro Arboleda está no Rio com o grupo e a evolução da recuperação do estiramento na coxa vai definir se volta em Curitiba. O equatoriano pode retornar e dar um descanso a Miranda já mirando as quartas da Libertadores contra o Palmeiras.

Últimas