Esportes Após alta hospitalar, ex-pugilista Miguel de Oliveira segue monitoramento em casa

Após alta hospitalar, ex-pugilista Miguel de Oliveira segue monitoramento em casa

O ex-pugilista Miguel de Oliveira teve alta do Hospital da Luz, no bairro da Vila Mariana, em São Paulo, onde esteve internado por uma semana. Ex-campeão no boxe, hoje com 73 anos, sofre com complicações no pâncreas. "Eu tive uma reação muito boa com o tratamento e os médicos me deixaram ir para casa, mas vou continuar a ser monitorado", disse.

Miguel de Oliveira foi campeão dos médios-ligeiros, em 1975, ao bater o espanhol Jose Manuel Duran Perez, por pontos, após 15 assaltos, em decisão unânime dos jurados, em Mônaco, para ficar com o cinturão do Conselho Mundial de Boxe (CMB).

Pendurou as luvas aos 33 anos com 46 vitórias (28 nocautes), cinco derrotas e um empate. Além de boxeador, Miguel de Oliveira também foi treinador e comandou o peso pesado Adilson Maguila Rodrigues entre os anos de 1986 e 1988.

Últimas