Esportes 'A culpa é minha, total', afirma Cuca sobre derrota do Santos para o Goiás

'A culpa é minha, total', afirma Cuca sobre derrota do Santos para o Goiás

O treinador Cuca, do Santos, deu entrevista após a equipe perder, neste domingo, para o Goiás por 4 a 3, no estádio da Vila Belmiro, em Santos, em partida válida pela 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time paulista perdeu de virada após abrir vantagem de 2 a 0 no primeiro tempo e sofreu quatro gols na segunda etapa.

Na análise do jogo, Cuca salientou o bom primeiro tempo, considerando-o "o que a gente espera da equipe", o contrapondo à segunda etapa, que entendeu ser "muito mal jogado de nossa parte e muito bem jogado por parte do Goiás".

Apesar de abrir margem para dúvidas em relação à arbitragem afirmando que "o próprio pênalti do Goiás foi fora da área", o técnico foi claro ao dizer que "não cabe ao árbitro essa derrota" e "ninguém está atribuindo ao árbitro os 4 gols que a gente tomou".

Além disso, não poupou críticas a si mesmo, atribuindo a derrota a falta de orientação aos jogadores. "Eu que fui mal hoje. Os jogadores não tem culpa. O segundo tempo eu poderia ter dado a eles a concentração ideal que eles tiveram no primeiro tempo. E eu não fiz isso", admitiu Cuca, assumindo total responsabilidade pelo fracasso.

Ele ressaltou os méritos do Goiás. "Mudou bem, teve coragem de sair para o jogo, pôs o quarto atacante". Cuca atribuiu dois dos gols a jogadas de bola parada, que deveriam ser simples para cortar e erros de saída, que não são comuns à equipe.

Por fim, o treinador se negou a apontar culpados para além de si e considerou que os gols aconteceram "por erros de passe nosso, não cabe aqui falar quem foi, foi nosso, foi meu".

Últimas