R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

30 de Setembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Mais Esportes/Notícias

Icone de Mais Esportes Mais Esportes

publicado em 09/08/2013 às 00h30:

Shogun mira poucas vitórias para chegar ao cinturão e revela que viu derrota de Lyoto Machida no UFC Rio

Curitibano se prepara para enfrentar o falastrão Chal Sonnen no próximo dia 17 de agosto

Diego Ribas, do R7


Publicidade

O fim do extinto evento japonês Pride marcou não apenas o término da bipolaridade do MMA mundial e o início do monopólio do UFC, mas também deu o início à unificação de regras, padrões, arenas e apelo pelo business no esporte. E, neste cenário, poucos lutadores passaram por tantos altos e baixos como Maurício “Shogun”, atleta que em 2007, ano do fim do torneio nipônico, era apontado como o mais talentoso meio-pesado (93 kg) da história impulsionado por um cartel de 16 vitórias, sendo 13 por nocaute – a maioria conquistada de forma brutal, com direito aos famosos tiros de meta da academia Chute Boxe.

Mas, de lá para cá, vitórias, derrotas, conquista do cinturão do UFC e apresentações muito abaixo do esperado alternaram o noticiário sobre a vida do curitibano com suas mudanças na equipe, que atingiram desde seus empresários até alguns treinadores.

A última delas foi a menos de dois meses e surgiu com a missão de deixar o campeão do GP do Pride de 2005 na ponta dos cascos para seu duelo contra o falastrão Chael Sonnen, programado para a disputa principal do evento do próximo dia 17 de agosto, naquele que pode ser o recomeço de sua caminhada rumo ao cinturão, o que, de acordo com suas contas e revelado à reportagem do R7, deve demorar “duas ou três vitórias”.

- Mais duas ou três boas vitórias, estarei lá novamente, eu acho [risos]. As coisas mudam rápido no UFC, mas acredito que uma sequência como essa me credenciaria a lutar pelo título de novo. Minha categoria é muito embolada, cheio de caras bons. Confio nisso, em emplacar uma boa sequência e disputar novamente o cinturão, mas meu foco agora é só no Chael Sonnen.

Acompanhe a página de MMA do R7

Apesar de o MMA ser um esporte em que máximas que soam de forma clichê como “luta é luta” e “todo cuidado é pouco” fazerem sentido, um duelo entre o brasileiro e Sonnen não teria porque motivar grande ansiedade entre os fãs. No entanto, a expectativa é por qual Shogun entrará no octógono.

No auge da forma física, o curitibano não deveria dar espaços para que o combate chegasse ao fim do terceiro round. Mas, caso o gás deixe a desejar como aconteceu nos confrontos contra Brandon Vera e Dan Henderson, seus torcedores terão novo incentivo para criticar o ex-campeão. Cenário que só pode ter uma resposta, e apenas no dia 17.

- Treinando e me preparando melhor, não tem jeito. Fiz uma boa preparação física, boa preparação técnica, e estou pronto para lutar, pronto para entrar em ação. E não vejo a hora disso acontecer logo!
De acordo com o atleta, as mudanças na equipe já surtiram efeito, e para este combate suas habilidades no boxe e wrestling foram aprimoradas. E, se confirmadas, sua oitava colocação no ranking oficial do evento tem tudo para evoluir em breve, mesmo que a preocupação com tal lista seja mínima. “O UFC pensa também no lado do business, nas lutas que os fãs querem ver”.

No entanto, alguns lutadores já se sentiram lesados pelo não cumprimento de tal ranking, como o também brasileiro Lyoto Machida, que mesmo ocupando a primeira posição, viu o sueco Alexander Gustafsson ser escalado para disputar o título do evento.

Mas, antes mesmo do duelo válido pelo cinturão, Machida foi superado em decisão polêmica pelo americano Phil Davis no último sábado (3), no UFC Rio 4, resultado que gerou reclamações do carateca. Infundadas, pelo menos para Shogun.

- Achei uma luta muito dura, muito apertada. Vi uma leve vantagem do Phil Davis nos dois primeiros rounds, mas a decisão era muito complicada. Deram para o Davis e concordei com o julgamento dos juízes laterais.

Curiosamente, o ex-atleta da Chute Boxe passou por situação semelhante, quando viu os juízes apontarem a vitória de Machida ao se enfrentaram pela primeira vez, em outubro de 2009, resultado prontamente vaiado pelo público americano. “Vi vitória do Davis, assim como vi a minha naquela luta".

Veja as respostas do quiz

 


 

 
Veja Relacionados:  ufc,mma,strikeforce,pride,shogun,sonnen
ufc  mma  strikeforce  pride  shogun  sonnen 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping