R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

20 de Outubro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Mais Esportes/Notícias

Icone de Mais Esportes Mais Esportes

publicado em 23/05/2013 às 00h30:

Ring Girl Carol Dias revela sonho de
entrevistar campeão do UFC

Apontada como a nova musa do esporte no País, modelo elegeu os lutadores mais bonitos

Diego Ribas, do R7


Publicidade

Não é de hoje que a modelo Carol Dias arranca suspiros como ring girl em eventos de MMA no País. Apaixonada pelo esporte, a gata até já marcou presença em Las Vegas para assistir ao UFC 148, evento que contou com a vitória de Anderson Silva sobre o marrento Chael Sonnen como combate principal.

De volta ao Brasil após uma temporada nos EUA, Carol se tornou a mais nova contratada do programa Pânico na Band, visibilidade e assédio que não a afastou dos ringues e octógonos de artes marciais mistas.

- Aumenta a visibilidade sim, já percebi isso. Mas o pessoal gosta de chamar uma Panicat para os eventos. Eu voltei faz pouco tempo e já fechei com três eventos. Não tem prejudicado, tem ajudado bastante na verdade [risos].

Acompanhe a página de MMA do R7

Entre os eventos citados pela ex-legendete está o Shotoo Brasil, um dos maiores torneios do país e que lhe garante visibilidade internacional na função de dar beleza ao show e de indicar os rounds para a plateia. Com experiência no cargo, a modelo sonha alto e revela o desejo de atuar no próprio UFC.

- Seria uma honra representar o Brasil nesse evento que cresce a cada dia no mundo todo. Mas, pelo que percebi, acho que eles não chamariam uma Panicat. Acho que eles querem anônimas. Modelos bonitas, mas que não passaram pela TV. Acho difícil, mas seria fantástico.

Veja Carol Dias treinando com lutador do UFC


Jovem, bonita e famosa, resta agora saber se a modelo fará outro ensaio nu. Mas isso você só descobre lendo a entrevista abaixo onde a Panicat  revela o sonho de entrevistar um campeão do UFC. Confira a conversa exclusiva de Carol Dias com a reportagem do R7:

R7 - Você acabou de voltar dos EUA e já assinou com o Pânico, além de voltar com tudo aos eventos de MMA. Já esperava tanta velocidade na sua carreira?
Carol Dias -
Cheguei em dezembro ao Brasil, e depois de um mês, ou um mês e meio, o Alan, produtor do Pânico, me ligou. Nos reunimos e ele me apresentou ao Emílio. Todos foram super bacanas comigo e no dia seguinte eu já sabia que faria parte do programa. Fiquei super feliz. Tudo tem dado muito certo para mim.

R7 - Agora, como Panicat, sua visibilidade aumenta, mas, imagino, o cachê também. Está mais fácil ou mais difícil trabalhar com os eventos de MMA?
Carol Dias -
Aumenta a visibilidade sim, já percebi isso. Mas o pessoal gosta de chamar uma Panicat para os eventos. Eu voltei faz pouco tempo e já fechei com três eventos. Não tem prejudicado, tem ajudado bastante na verdade [risos].

R7 - Antes mesmo de trabalhar na TV, você já era ring girl. Você já era assediada por lutadores ou torcedores?
Carol Dias -
Por estar sempre de shortinho ou biquíni, é claro que uma ring girl chama atenção. O público gosta, sempre atrai. Mas procuro fazer meu trabalho de uma forma que os lutadores me respeitem. Sei o limite do meu trabalho e nunca tive problema com assédio, ainda bem [risos]. Na verdade, tudo depende de como você se comporta. Não pode ir lá achando que é desfile de moda e sem nem saber o que está acontecendo.

R7 - Como você se apaixonou pelo MMA?
Carol Dias -
Meu pai sempre gostou de boxe, e eu sempre pratiquei muitos esportes. Isso ajuda muito a entender e acompanhar alguma modalidade. Eu já fazia eventos como modelo, até que um dia me chamaram para ser ring girl, e eu aceitei pela experiência. Gostei muito, fui fazendo contato e acabei participando de diversos torneios. Acabou que hoje eu sou super fã e não perco um UFC.

R7 - Muito se fala sobre quem é a grande musa do MMA nacional, e seu nome aparece cada vez com mais força. Interessa concorrer ao posto?
Carol Dias -
Sim, com certeza. Fico muito feliz que os fãs de MMA lembrem de mim e reconheçam o meu trabalho.

R7 - O UFC está fazendo diversos eventos no Brasil. Você gostaria de ser ring girl de uma edição?
Carol Dias -
Nossa, eu adoraria. Seria uma honra representar o Brasil nesse evento que cresce a cada dia no mundo todo. Mas, pelo que percebi, acho que eles não chamariam uma Panicat. Acho que eles querem anônimas. Modelos bonitas, mas que não passaram pela TV. Acho difícil, mas seria fantástico.

R7 - Quais os lutadores mais bonitos do UFC?
Carol Dias -
Acho o St-Pierre Lindo. Conheci ele em Las Vegas, e foi super simpático. Sou fã mesmo, adoro o estilo dele lutar. Conversei e pedi foto, foi super bacana o jeito como ele atendeu aos fãs. Meu sonho é entrevistar ele um dia. O Belfort também é bonito. Acho ele estiloso, um atleta muito focado, que fala bem e que respeita muito a família. Também acho o Erick Silva e o Felipe “Sertanejo” bonitos.

R7 - Tem namorado? Precisa ser lutador para te conquistar?
Carol Dias -
Estou solteira e não precisa ser lutador, não fecho portas [risos]. Não precisa ser lindo, tenho que gostar e ele tem que respeitar a minha carreira. Maior dificuldade panicat respeite o trabalho. Mas, no momento estou tranquila.

R7 - Já teve algum namorado que não aceitou completamente o seu trabalho?
Carol Dias -
Eu entendo o lado dos homens. É difícil lidar, mas não podemos deixar de trabalhar. Não quero depender de ninguém. Se não deu certo, paciência.

R7  - Para terminar, você está aberta a posar nua de novo? Já recebeu propostas?
Carol Dias -
Ainda é muito recente, acabei de voltar a TV. Não surgiram propostas, mas estou aberta. Já fiz uma vez, não teria problemas em fazer de novo [risos]. Mas estou preocupada em estudar e me dedicar ao Pânico no momento.

Veja as respostas do quiz

 


 

 
Veja Relacionados:  ufc,mma,pride,strikeforce,luta
ufc  mma  pride  strikeforce  luta 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping