R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Mais Esportes/Notícias

Icone de Mais Esportes Mais Esportes

publicado em 09/12/2010 às 17h22:

Mike Tyson revela que era usuário de drogas
quando mordeu a orelha de Evander Holyfield

Ex-pugilista campeão dos pesados afirmou que se sentia um Deus na época da polêmica

Do R7

Publicidade

O sempre polêmico ex-boxeador Mike Tyson deu mais uma declaração chocante esta semana, desta vez ao site do jornal inglês “The Guardian”.

Ao ser perguntado sobre sua segunda luta com Evander Holyfield, em junho de 1997, quando foi desclassificado ao morder a orelha do oponente, Tyson alegou que “era um drogado” na época.

- Cara, eu não estava pensando em boxe quando eu mordi ele [Holyfield]. Eu não me importava com o boxe. Eu era um drogado, pensava que era um deus. Eu estava totalmente errado”.

Ao retratar a pobre infância e o difícil início no boxe, Tyson comentou sobre a morte de Cus D'Amato, o que, para muitos, foi a razão para o lutador perder o rumo depois das rápidas conquistas no boxe e acabar sendo preso em 1992.

- Depois do Cus D'Amato, eu não tenho um guru. Eu tenho que ser o meu próprio Cus. Tenho que ser o homem que toma conta dos filhos.

Tyson encerrou a carreria profissional aos 39 anos, ao perder duas lutas seguidas por nocaute. Ainda assim, seu cartel é notório, com 58 lutas, sendo 50 vitórias, 44 delas por nocaute.


Veja Relacionados:  mike tyson, boxe
mike tyson  boxe 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping