R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

2 de Setembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Mais Esportes/Notícias

Icone de Mais Esportes Mais Esportes

publicado em 28/02/2013 às 00h30:

Exame prova que Overeem tinha níveis de testosterona abaixo do normal em derrota no UFC

Gigante holandês foi nocauteado pelo paraibano Antônio “Pezão” na 156ª edição do show

Do R7


Publicidade

Alistair Overeem quase disputou o cinturão dos pesos-pesados contra Junior “Cigano” em 2012, mas acabou flagrado no exame antidoping com níveis de testosterona 14 vezes acima do normal, o que lhe rendeu uma punição de 12 meses afastado do octógono.

Pois bem, cumprida a pena, o gigante retornou ao evento e, apesar do amplo favoritismo, acabou nocauteado pelo paraibano Antônio “Pezão”, em noite que não apresentou a agressividade de costume.

Curiosamente, o exame antidoping realizado no atleta após o evento mostrou níveis de testosterona bem abaixo do normal. Para se ter uma ideia, após o UFC 156, Oveerem testou, de acordo com a Comissão Atlética de Nevada, 179-1.100 nanogramas por decilitro, enquanto o normal é 250-1.100.

Acompanhe a página de MMA do R7

Caso essa queda hormonal seja duradoura, possivelmente o atleta entrará com o pedido para poder fazer uso da polêmica reposição hormonal, uma espécie de doping legalizado, permitido apenas no MMA, e que já beneficia alguns lutadores como Chael Sonnen e Vitor Belfort.

Veja as respostas do quiz


 


 

Veja Relacionados:  ufc,mma,pride,strikeforce,luta
ufc  mma  pride  strikeforce  luta 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping