R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

20 de Setembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Mais Esportes/Notícias

Icone de Mais Esportes Mais Esportes

publicado em 14/02/2013 às 11h36:

Cris “Cyborg” é demitida do UFC e comemora: “Estou livre”

Evento não concordou com a postura da lutadora que se negou a descer de peso

Do R7


Publicidade

A novela acabou. Depois de frustrarem os fãs algumas vezes ao quase se enfrentarem, Cris “Cyborg” e Ronda Rousey seguem rumos distintos em suas carreiras. Na noite da última quarta-feira (13), o próprio Dana White, presidente do UFC, fez questão de anunciar que a brasileira já não fazia mais parte do plantel de atletas do show.

No últimos dias, tanto Cyborg quanto Ronda e, consequentemente, o UFC, entraram em atrito diversas vezes por não chegarem a um acordo sobre o confronto, que, para acontecer, precisaria que a brasileira lutasse na categoria de baixo.

Insatisfeita, a ex-campeã do Strikeforce declarou que não conseguiria descer de categoria e clamou por uma disputa em uma divisão intermediária, o que foi passou da conta, de acordo com o cartola do evento.

- Cyborg não quer lutar contra Ronda. Estávamos trabalhando para chegar a um acordo, mas, mandar uma carta do seu advogado e do seu médico dizendo que morreria se tivesse que baixar de peso é uma idiotice sem igual.

Acompanhe a página de MMA do R7


Visivelmente irritado com a postura da curitibana, o carequinha chegou a relembrar a vez em que Cyborg foi flagrada no exame antidoping, antes de explicar porque considerava a proposta apresentada por ela um absurdo.

- Primeiro, ela foi flagrada por uso de anabolizantes, foi suspensa por doping e perdeu seu cinturão. Mas, agora, vem dizer que a Ronda não quer lutar com ela. A Ronda é a campeã. Mesmo que ela aceitasse, a luta não valeria o cinturão. Não faz sentido.

Na contramão do discurso de Dana White, a lutadora brasileira se limitou a comemorar a demissão em seu Twitter.

- Estou livre!

Veja as respostas do quiz


 


 

Veja Relacionados:  ufc,mma,pride,strikeforce,luta
ufc  mma  pride  strikeforce  luta 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping