R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Mais Esportes/Notícias

Icone de Mais Esportes Mais Esportes

publicado em 27/05/2012 às 01h50:

Cigano atropela algoz de Minotauro
e segue campeão do UFC

Brasileiro não deu chances a Frank Mir com nocaute no segundo round

Do R7


Publicidade

Surra. Esta é a melhor palavra para definir a vitória do catarinense Júnior Cigano sobre o americano Frank Mir no UFC 146, realizado na noite deste sábado (27), no o MGM Grand, em Las Vegas (EUA). O resultado mantém Cigano como campeão dos pesados (até 120 kg) da organização, e serve como vingança para os fãs brasileiros, irritados com Mir.

Desde que venceu por duas vezes a lenda do MMA Rodrigo Minotauro, o americano virou um dos lutadores mais visados pelos brazucas no UFC, e as provocações nas semanas que antecederam o combate, que se tratava da primeira defesa do cinturão por Cigano, só aumentaram o clima de guerra que viria a ser travada dentro do octógono.

Usando a sua envergadura e o seu boxe afiado, o brasileiro procurou manter a luta em pé, evitando as quedas tentadas por Mir desde o início. Frustrado, o americano tentou partir para a trocação, uma decisão que se mostrou um tiro no pé. Depois de vários bons golpes, Mir conseguiu se salvar do nocaute no primeiro round graças ao soar do gongo.

FOTOS: Veja as imagens da destruição de Cigano

Globo não transmite luta ao vivo e revolta fãs

Acompanhe a página de MMA do R7

No segundo round, porém, não houve nada que pudesse salvar o lutador dos EUA, que mais uma vez tentou levar o combate para o chão. Após deixar Mir se levantar, Cigano aplicou uma sequência da qual apenas o árbitro pode salvá-lo, decretando o nocaute técnico.

Ao final da luta, Cigano se enrolou na bandeira do Brasil e agradeceu aos seus fãs. E, claro, não deixou de alfinetar o adversário, que o provocou o quanto pôde antes da luta.

- Eu vim aqui para defender o meu título, e fiz isso. Me surpreendeu o quanto ele consegue aguentar (...). Minha mão está muito dolorida Frank Mir, está muito dolorida. Gostaria de mandar um abraço especial para Salvador e Caçador (SC), minha cidade natal.

Já Mir teve poucas palavras para tentar explicar o revés em Las Vegas.

- Ele é o campeão, ele é rápido e não consegui sair do seu raio de alcance. Foram muitos golpes, e eu não pude fazer nada. Ele é muito perigoso. Seria muito difícil derrubá-lo (...). Eu não queria essa luta de boxe, mas não tive outra opção.

Agora Cigano tem 15 vitórias e apenas uma derrota em sua carreira no MMA.

Noite não tão boa para outros brasileiros

Apesar da vitória de Cigano na principal luta da noite, outros brasileiros não tiveram tanta sorte. Antônio Pezão foi escalado para encarar o ex-campeão dos pesados, Cain Velasquez – derrotado em sua última luta justamente por Cigano. E o americano não deu qualquer chance ao brasileiro. Na gíria do MMA, Pezão acabou “tratorizado”.

Logo no começo da luta, Velasquez conseguiu derrubar Pezão e, ficando por cima, passou a castigar o brasileiro, principalmente com os cotovelos. Uma das cotoveladas abriu um corte profundo em Pezão, que, sangrando, não conseguia ver muito bem, o que só acelerou a ânsia do ex-campeão em terminar logo o combate. E foi o que aconteceu, ainda no primeiro round.

Velasquez agora se coloca como um dos possíveis desafiantes em um dos próximos compromissos de Cigano no UFC.

- Me sinto muito bem. Consegui ir na direção certa. Minha equipe e eu conversamos muito sobre as últimas lutas. É bom saber o que fez no passado e procurar outro caminho. O trabalho dos meus técnicos foram muito importantes para eu me recuperar (...). (Pezão) é um lutador muito duro, respeito muito ele.

Outro brasileiro que se deu mal foi Diego Brandão, primeiro lutador do País a vencer a versão americana do TUF, o reality show do UFC. Mesmo começando arrasador, o brasileiro foi perdendo espaço para o rival, Darren Elkins, que aplicou quedas e dominou o restante do combate, vencendo por pontos.

Já Edson Barboza Junior não justificou o favoritismo e acabou nocauteado por Jamie Varner, que o castigou durante o primeiro round, fazendo necessária a intervenção do árbitro.

Apesar das três derrotas tupiniquins, a vitória de Cigano ganhou a companhia do triunfo de Glover Teixeira, que não deu chances para Kyle Kingsbury. Após castigá-lo em pé e levá-lo para o chão, o brasileiro finalizou com um katagatame.

“Barrigudo” do UFC faz mais uma vítima

Nas demais lutas, destaque para o nocaute espetacular do americano Roy Nelson sobre Dave Herman, ainda no primeiro round. Nelson é conhecido pela sua forma física muito peculiar, que destoa dos principais lutadores do UFC, mas isso não foi problema para o atleta, um dos preferidos do público em Las Vegas.

Confira os resultados completos do UFC 146:

Card principal:
- Junior Cigano derrotou Frank Mir por nocaute técnico no segundo round;
- Cain Velasquez derrotou Antônio Pezão por nocaute técnico no primeiro round;
- Roy Nelson nocauteou Dave Herman no primeiro round;
- Stipe Miocic derrotou Shane Del Rosario por nocaute técnico no segundo round;
- Stefan Struve derrotou Lavar Johnson por finalização (armlock) no primeiro round;

Card preliminar:
- Darren Elkins derrotou Diego Brandão por decisão unânime dos jurados;
- Jamie Varner derrotou Edson Barboza por nocaute técnico no primeiro round;
- C.B. Dollaway derrotou Jason Miller por decisão unânime dos jurados;
- Dan Hardy derrotou Duane Ludwig por nocaute técnico no primeiro round;
- Paul Sass derrotou Jacob Volkmann por finalização (triângulo) no primeiro round;
- Glover Teixeira derrotou Kyle Kingsbury por finalização (katagatame) no primeiro round;
- Mike Brown derrotou Daniel Pineda por decisão unânime dos jurados.

Veja Relacionados:  cigano, frank mir, ufc 146, cain velasquez, mma
cigano  frank mir  ufc 146  cain velasquez  mma 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping