R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

24 de Abril de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Mais Esportes/Notícias

Icone de Mais Esportes Mais Esportes

publicado em 07/04/2013 às 01h54:

“Guerreiros de Macapá” batem donos da casa e roubam a cena no Jungle Fight 50

Edição coroou Robson New como o novo campeão interino dos pesos-moscas do show

Diego Ribas, do R7, em Novo Hamburgo


Publicidade

Depois de chegarem atrasados para a pesagem do Jungle Fight 50 e sofrerem com um jejum de quase 24 horas, os “Guerreiros do Macapá” comprovaram na hora da luta que são bons de briga e roubaram a cena diante da torcida gaúcha, no sábado (6).

Enfrentando os atletas locais Wagner Noronha e Dimitry Zebroski, Robson “New” e Tiago “Trator” tiveram performances completamente diferentes, mas garantiram vitórias importantes no cartel diante do ginásio lotado em Novo Hamburgo.

Disputando o cinturão interino dos pesos-moscas (57 kg), Robson esqueceu o sofrimento da pesagem, quando chegou próximo de desmaiar, e venceu rapidamente Noronha ao aproveitar um vacilo do oponente e encaixar um justo arm-lock no primeiro round.

De tão justo e rápido que foi o movimento, Noronha não teve tempo de pesar em bater e acabou gritando de dor ao se dar conta que seu braço estava fora do lugar. Situação que ainda persistiu por alguns instantes até que árbitro interrompesse a disputa.

Para deixar claro que não tinha a intenção de prejudicar a saúde de seu adversário, Robson rapidamente pediu desculpas e explicou sua versão dos fatos.

- Encaixei o golpe, mas ele resistiu e não bateu. Quando virei a posição, a pressão foi muita e ele gritou, mas com a adrenalina da hora eu não tinha como arriscar e esperei o árbitro parar a luta.

Por sua vez, apesar de passar com maior tranquilidade na hora de encarar a balança, Trator encarou um oponente disposto a atrapalhar a sua vida ao máximo no combate. Dito e feito, tanto que Dimitry Zebroski chegou a ser apontado como vencedor por um dos árbitros.

Em três rounds duros e de muita trocação, ficou claro que o atleta do Macapá venceu o primeiro, mas sucumbiu no segundo, o que deixou a decisão para o terceiro e último assalto, justo o mais equilibrado.

Para sua sorte, seus golpes de contragolpe e as duas quedas conquistada penderam mais a seu favor do que o duro ground and pound aplicado nos instantes finais do embate e que parecia ser capaz de dar conta da peleja. Ao anúncio do resultado, a emoção era visível no vencedor.

- Ele foi um grande oponente, mas fiz o que tinha que fazer. Sofri muito para bater o peso e passei cinco dias com febre. Quem me conhece sabe que não sou de fazer luta feia, na próxima estarei melhor.

Entre os demais combates que também mereceram destaque, Renato “Moicano” retornou ao evento com estilo ao finalizar o gaúcho Maro Chaulet no segundo round, após ser completamente dominado no primeiro assalto.

Já Gabriel Silva, irmão do astro Erick Silva, suou mais no aquecimento do que na hora de enfrentar Vinicuis “Astro Boy”. Foram precisos apenas 30 segundos para que o jovem de apenas 18 anos conquistasse seu primeiro triunfo oficial com uma série de golpes no ground and pound.

 
Veja Relacionados:  Jungle,Fight,50,Robson,New
Jungle  Fight  50  Robson  New 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping