Edílson admite má fase do Grêmio e cobra evolução: 'Temos que melhorar'

A derrota em casa para o Cruzeiro, na última quarta-feira, acendeu o sinal de alerta no Grêmio. Por mais que a prioridade seja a Libertadores, o desempenho recente no Campeonato Brasileiro preocupa o técnico Renato Gaúcho e os jogadores, como o lateral Edílson, que admitiu a má fase da equipe e cobrou mudanças.

"Não está legal do jeito que está. Temos que melhorar. Não só os jogadores, mas também comissão técnica, todos precisam melhorar para voltarmos ao caminho das vitórias. Este é o momento de chamar todo o grupo, cobrar se tiver que cobrar. O Renato tem experiência para gerir. Tenho certeza que terá uma palavra que nos ajude", declarou nesta quinta.

Após a derrota de quarta, Renato admitiu o incômodo com o momento do Grêmio e reclamou do foco exclusivo de alguns jogadores na Libertadores. Por isso, prometeu uma reunião com o elenco para esta sexta-feira, para tentar recolocar a equipe nos trilhos. "Espero que seja uma conversa de cobrança", disse Edílson.

Nas últimas cinco partidas do Brasileirão, o Grêmio venceu somente uma vez. O desempenho da equipe também já não é o mesmo do início da competição, mas para o lateral é a falta de resultados positivos que preocupa.

"Pouco me importa voltar a jogar bem. O importante agora é ter resultados positivos, tanto no Brasileirão quanto na Libertadores. Se não dá para jogar bonito, temos que jogar do jeito que dá, com vontade, raça, determinação para vencer os jogos. Já fizemos jogo bonitos, o Brasil se encantou com nosso futebol lindo e maravilhoso. É momento de vencer na base da raça e da vontade", considerou.