R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

20 de Agosto de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Futebol/Santos/Notícias

Icone de Santos Santos

publicado em 22/06/2011 às 17h39:

Escondido, Menino da Vila que “expulsou” árbitro
na final da Libertadores promete volta por cima

Paulo Almeida, capitão em 2003 contra o Boca Juniors, hoje joga no futebol acreano

Paulo Amaral, do R7

Publicidade

A geração dos Meninos da Vila que encantou o país sob o comando de Emerson Leão e conquistou o título brasileiro de 2002 tinha como principais expoentes os talentosos Diego e Robinho, mas contava também com alguns atletas que jogavam mais para o time.

Nesse perfil encaixava-se o capitão do Peixe, Paulo Almeida, volante recém-promovido da base e que tomava conta não apenas do meio-campo, mas também da defesa, na época formada pelas “torres gêmeas”, André Luis e Alex.

Sob as ordens de Paulo Almeida, o Santos chegou à decisão da Libertadores da América do ano seguinte, mas, com um time muito jovem, sucumbiu diante do poderoso Boca Juniors-ARG, com derrotas na Bombonera e no Morumbi.

Nessa segunda partida, vencida pelos argentinos por 3 a 1, um lance em especial chamou a atenção: Paulo Almeida, ao tentar devolver o cartão vermelho para o árbitro Jorge Larrionda após a marcação de um pênalti contra o Santos, simulou estar expulsando o apitador uruguaio de campo e levou a torcida ao delírio. 

Às vésperas de ver seu time de coração disputar uma nova final continental, agora contra o Peñarol, Paulo Almeida falou com o R7, e sorriu ao lembrar o fato.

- Todo mundo diz que eu tomei o cartão do árbitro, mas não foi isso que aconteceu. No lance do pênalti, o Jorge Larrionda tirou o cartão para mostrar ao Fábio Costa, e o Fabiano, que hoje está no Avaí, tomou da mão do árbitro e entregou pra mim. Na hora de devolver, ao invés de dar na mão, fiz o gesto de aplicar um cartão a ele [risos].

O camisa 5 do Rio Branco do Acre diz acreditar bastante em ver o zagueiro Edu Dracena, atual capitão do Peixe, conseguir sucesso na tarefa de levantar a taça de campeão da América, que escapou por entre seus dedos há oito anos – e aproveitou a chance para dar um último conselho ao defensor.

- Joguei com o Edu na seleção; é meu parceiro. Tem que passar tranquilidade para o pessoal, principalmente para o Neymar, que é o mais caçado. O grupo também tem o Elano e o Léo, que passaram por isso em 2003. Espero que o Edu possa ter mais sorte do que eu e levantar essa taça, pois eu estou aqui na torcida. Ainda tenho a medalha de vice-campeão. Fizemos um bom trabalho, mas acho que não era o momento. Que a sorte que a gente não teve venha nessa final.

De volta à vitrine
Paulo Almeida também torce para voltar rapidamente ao cenário dos principais times do futebol brasileiro. Com passagens por Santos, Corinthians, Benfica e Coritiba, o volante entrou em curva descendente na carreira e também acrescentou ao currículo clubes de pouca expressão, como Rondonópolis e Goianésia, além do Saba Qom, do Irã. 

Aos 30 anos, mas com “corpinho de 28”, como ele próprio se definiu, às gargalhadas, o volante não desanima.

- Ano passado fui para o Irã e, quando voltei, em abril, para não ficar parado vim aqui para o Rio Branco. Tenho outros contatos, outras conversas adiantadas, e acho que logo vou estar em um grande clube novamente.  A gente acompanha futebol, os jogos da Série A e Série B, e vejo que tenho condições de atuar novamente. Não posso é ficar em casa chupando o dedo, pois o mundo do futebol gira muito rápido. Tenho certeza de que voltarei a estar nos grandes centros, em um grande clube.

 

 

Veja Relacionados:  expulsão, paulo almeida
expulsão  paulo almeida 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping