R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

25 de Outubro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Futebol/Palmeiras/Notícias

Icone de Palmeiras Palmeiras

publicado em 22/12/2012 às 00h30:

Sampaio vê grupo difícil, mas 'bom' para Palmeiras

Gerente de futebol avisou que o clube não fará loucuras para contratar jogadores

Estadão Conteúdo

Publicidade

Sporting Cristal, do Peru, Arsenal, da Argentina, e o vencedor do confronto entre Tigre, da Argentina, e Deportivo Anzoátegui, da Venezuela. Esses serão os adversários do Palmeiras na fase de grupos da Libertadores, após sorteio realizado nesta sexta-feira (21), em Luque, no Paraguai. De acordo com o gerente de futebol do clube, César Sampaio, o grupo é difícil, mas "bom".

— Na Libertadores, não da para escolher adversário. São muitos clubes de tradição. Mas, dentro das dificuldades, acho que foi um bom grupo. O próximo passo, agora, é colher o máximo de informações dos adversários para cumprirmos a nossa meta inicial, que é passar da primeira fase. Precisamos estar preparados em todos os sentidos.

Uma das principais preocupações do dirigente é um possível confronto com o Tigre, que ainda precisa passar pela fase preliminar para chegar ao grupo palmeirense. O clube argentino viveu recentemente uma polêmica na decisão da Copa Sul-Americana diante do São Paulo, quando se recusou a voltar para o segundo tempo do jogo de volta após afirmar que seus jogadores foram agredidos e ameaçados por seguranças do clube paulista.

— A gente entende que, até pelo problema que houve com o São Paulo, as atenções e os cuidados serão maiores. Também trocaremos informações com o pessoal do São Paulo, mas acho que o próprio comitê organizador da Libertadores está atento a isso e acredito que nenhum fator extra campo irá atrapalhar as partidas.

Com o elenco bem reduzido, após a saída de 20 jogadores, o Palmeiras busca reforços para a Libertadores, mas o dirigente já avisou que o clube não fará loucuras e trabalhará dentro da atual folha de pagamento.

— Nós tivemos uma redução na folha salarial e estamos trabalhando com esse orçamento. Entendemos que temos que qualificar o elenco e temos algumas negociações abertas. A gente sabe que o torcedor está cansado de discurso, que quer realidade, então estamos procurando trabalhar e falar o mínimo possível.

As notícias que você tem que ler estão aqui

 
Veja Relacionados:  palmeiras
palmeiras 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping