R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Futebol/Notícias

Icone de Futebol Futebol

publicado em 07/11/2011 às 17h32:

Torcida do Corinthians tem 2011 marcado por violência

Invasões, agressões e protestos fizeram parte da rotina do clube neste ano

Do R7

Publicidade

A agressão ao árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima e aos auxiliares Altemir Hausmann e Julio Cesar Rodrigues Santos, nesta segunda-feira (7), foi mais um capítulo violento da torcida do Corinthians em 2011.

Opine: Você acha que a torcida do Corinthians atrapalha o time?
Torcedores do Corinthians agridem trio de arbitragem
Diretoria repudia agressão

Em fevereiro, dois dias depois da eliminação do time da pré-Libertadores, cerca de 300 torcedores protestaram em frente ao centro de treinamento do clube. A polícia teve de intervir para garantir a segurança no local e usou bombas de gás lacrimogêneo para tentar acabar com a confusão. Na madrugada logo após a partida, o CT já havia sido invadido, e vários carros, de jogadores e funcionários do clube, foram depredados. 

 

Sobrou até para o ídolo Ronaldo. As faixas colocadas pela torcida na grade do CT diziam: "Ronaldo aposentado, o Corinthians não é INSS", "Roberto Carlos cagão" e "Tite burro fora". Além disto, a diretoria também foi alvo da torcida. "500 reais para ver este lixo de futebol?", "Ingresso 50 reais. Futebol 1,99". O atacante reforçou a segurança, com medo de novos ataques da torcida. O clima de terror resultou na saída do lateral Roberto Carlos da equipe.


Na mesma noite da eliminação, torcedores a entrada do Parque São Jorge e picharam os muros da sede alvinegra. Vidros da loja oficial do clube foram quebrados e pedras foram atiradas. Garrafas e rojões também foram usados como armas para danificar o Parque São Jorge.

A maior parte das pichações foi destinada a Andrés Sanchez, presidente do clube, e Roberto Carlos.

Em 6 de setembro, um dia após o presidente Andrés Sanchez cobrar publicamente os jogadores do Corinthians, um grupo de mais de 20 torcedores fez o mesmo - de maneira mais ríspida. Os corintianos, revoltados com o momento de instabilidade do líder do Campeonato Brasileiro, invadiram o CT Joaquim Grava para protestar.

Veja aqui como ficou a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro
Clique aqui para ver contra quem seu time joga no fim de semana

O clube tentou evitar registros do protesto e logo acionou a Polícia Militar (PM), que conversou com os manifestantes para pedir a retirada dos paramentos.

Com a atenção dos policiais voltada para as faixas, outra dezena de torcedores conseguiu invadir o CT em uma extremidade diferente. A entrada deles foi anunciada com fogos de artifício. Coincidentemente ou não, minutos antes o elenco havia passado a treinar em um campo mais afastado.

Veja os gols da derrota por 2 a 1 do Corinthians para o América-MG:


 
Veja Relacionados:  corinthians, torcida
corinthians  torcida 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping