R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

3 de Setembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Futebol/Notícias

Icone de Futebol Futebol

publicado em 26/08/2010 às 22h02:

Exemplos de sucesso motivam jovens de
comunidades carentes a tentar carreira no futebol

Pressão da família por bons resultados faz garotos apostarem tudo no esporte

Do R7, com Jornal da Record

Publicidade

O exemplo do atacante Adriano, que saiu da favela do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, para ser um dos jogadores mais bem pagos do mundo no futebol, serve de guia para milhares de jovens no Brasil. Criado nos campinhos de terra da comunidade carente, Adriano trocou a vida no tráfico de drogas pelo sucesso no esporte.

Assim como o ex-Rubro-Negro, outros jovens buscam ter um futuro diferente daquele que se apresenta como caminho “mais rápido” para ganhar dinheiro dentro das favelas brasileiras.

Quem já fez sucesso no futebol também ajuda os garotos a seguir carreira no futebol. Um deles é Jairzinho, o “Furacão” da Copa de 1970, que comanda um projeto social no Rio de Janeiro que visa dar oportunidade a jovens de disputar um lugar em grandes equipes do Brasil e do mundo. Três dos alunos de Jairzinho inclusive já foram selecionados para participar de um projeto em Santa Catarina, que é supervisionado por um clube holandês.

Jairzinho explica que não é só sobre futebol que ele fala com os garotos.

- Cada dia é uma aula de vida. Hoje eles estão aqui, rodeados de uma série de dificuldades e amanhã podem estar rodeados por uma série de facilidades. Só que tem que saber se adaptar a essas facilidades para que eles nunca mais voltem para cá. 

 

O sociólogo Ronaldo Helal explica o que Jairzinho quer dizer com “se adaptar às facilidades”. Para ele, os garotos são pressionados em casa para conseguir bons resultados no esporte, e muitas vezes não estão preparados para os eventuais fracassos na profissão. 

As famílias dessas crianças depositam um peso muito grande no ombro desses garotos de 12, 13 anos que começam a fazer testes em clubes grandes para poderem seguir carreira como jogador de futebol. Um peso de que esse garoto vai resgatar anos de miséria dessas famílias e levar todosa uma condição de vida muito melhor.

A psicóloga Daniela Seda, que trabalha no Centro Olímpico da Mangueira, vê apenas três caminhos para o sucesso de jovens que crescem em comunidades carentes. E a maioria deles acaba depositando todas as suas fichas no futebol.

- O futebol, a música e o tráfico são as únicas vias de se obter a ascensão financeira e visibilidade social, mesmo que seja de forma negativa. E muitas vezes eles chegam no futebol com apenas uma alternativa para ganhar dinheiro.

Veja Relacionados:  adriano
adriano 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping