R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

25 de Outubro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Futebol/Notícias

Icone de Futebol Futebol

publicado em 28/12/2012 às 01h01:

Avanço de 40% em 2012 pode antecipar entrega do estádio corintiano em três meses

A um ano da data pré-definida, outras cinco sedes enfrentam lentidão nos estádios

Do R7


Publicidade
Castelão e Mineirão foram os primeiros estádios da Copa do Mundo a serem entregues. Ambos vão receber jogos da Copa das Confederações e aceleraram as obras. Enquanto isso, cinco arenas preocupam para o Mundial de 2014 e quatro precisam aumentar o ritmo para sediarem o torneio de 2013.

Em ritmo lento, as arenas de Cuiabá, Curitiba, Manaus,  Natal e Porto Alegre estão abaixo dos dois terços do cronograma de obras. Arena Amazônia, Dunas e Beira-Rio são as mais atrasadas, com cerca de 50% de trabalhos executados até dezembro de 2012.

O Internacional começou tarde a reforma de seu estádio. No começo do ano, o trabalho ficou parado por causa de problemas na liberação do dinheiro, entraves entre o clube e a Andrade Gutierrez (construtora que toca a obra). O Inter mandou jogos em sua casa até meados de novembro.

Arena da Baixada e Pantanal estão 54% e 55% prontos, respectivamente. O estádio de Curitiba atrasou por causa de problemas no financiamento. O estádio de Cuiabá avançou apenas 15% em 2012. Se mantiver o ritmo de obras, pode ser excluído da Copa do Mundo.

Mais adiantados, mas não menos preocupantes, estão os estádios de Brasília, Rio de Janeiro, Pernambuco e Salvador, que serão palcos da Copa das Confederações. O Maracanã, palco da final do torneio de confederações, fecha o ano com menos de 80% dos trabalhos realizados, caso parecido com o Mané Garrincha, que realizou apenas 76% do cronograma.

Um pouco mais adiantados, os estádios de Pernambuco e Salvador – também sedes da Copa das Confederações – evoluíram bem em 2012, principalmente depois de serem ameaçadas de não mais ser palcos do torneio. A arena de Recife, inclusive, foi alvo de uma declaração polêmica do secretário-geral da Fifa, Jèrôme Valcke. O dirigente ameaçou “dar um chute no traseiro” da cidade, se não acelerasse as obras, isso em março. Após o “puxão de orelha”, a construção deu um salto de cerca de 50% no cronograma.

Com 60% da obra realizada, a Arena Corinthians, palco da abertura da Copa do Mundo, foi um dos estádios que mais se adiantou em 2012, com cerca de 40% de avanço. O ritmo animou dirigentes da Odebrecht e do Timão; eles já pensam em antecipar a entrega para setembro de 2013 (o prazo é dezembro). Problemas no repasse do financiamento do BNDES, no entanto, podem fazer a obra ser paralisada por alguns meses no próximo ano.

Missão cumprida

Em 2012, dois estádios foram entregues: Castelão e Mineirão, que serão palco das duas competições que o Brasil vai sediar nos próximos anos. Ambos foram reformados e entregues na segunda quinzena de dezembro.

Até abril, todos os estádio da Copa das Confederações terão que estar prontos, exige a Fifa. A entidade quer realizar eventos testes, alguns deles já marcados para o dia 15 de abril. Os demais têm prazo até dezembro de 2013.

A Copa das Confederações acontecerá entre os dias 15 e 30 de junho de 2013, um ano antes da Copa do Mundo.

 
 
Veja Relacionados:  copa, balanço, copa confederações, 2013, 2014, copa do mundo, obras, atrasos
copa  balanço  copa confederações  2013  2014  copa do mundo  obras  atrasos 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping